Física2100
Olá visitante!

Por favor, faça login ou crie uma conta se ainda não estiver registado.

Aquecimento Global - A Farsa

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Aquecimento Global - A Farsa

Mensagem por Safra em 27th Novembro 2012, 10:29

Hey! E ai pessoal, tudo bem?

Dando uma pesquisada, e ouvindo diferentes opniões do pessoal daqui da Universidade de São Paulo, acabei me convencendo que o aquecimento global é uma farsa. Razz

Antes, vou passar alguns vídeos e comentários de alguns.


"Ricardo Augusto Felício é um professor de climatologia na USP que afirma com todas as letras: "o aquecimento global é uma mentira". Ele fez doutorado sobre a Antártida."

"O que o professor tentou explicar durante todo o programa é que: alteração do clima e degradação ambiental são coisas diferentes. Ele não disse para destruir o planeta, mas sim, que a influência do homem sob o clima é ínfima. As forças climáticas são infinitamente superiores a ação humana. Degradação é outra coisa...."

Outros vídeos:






E ai? O que acham?
avatar
Safra
Membro Ativo
Membro Ativo

Mensagens : 494
Idade : 27
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aquecimento Global - A Farsa

Mensagem por Xevious em 27th Novembro 2012, 16:26

O fato de maior importância na conclusão de que o aquecimento é uma farsa é a farsa real que foi enjambrada por um cientísta.
Ele teria feito diversas observações em vários locais do mundo e teria mudado os resultados, para chegarem a conclusão de que o aquecimento global esta ocorrendo.
Mas se conseguiu os resultados reais e ele foi desmarcarado..

Na verdade não entendemos ainda como funciona o clima, sabemos que ele muda..

A maior vantagem da campanha contra o aquecimento é a preservação das florestas, incluíndo sua fauna.

Mas já tem gente ganhando dinheiro nos investimentos de "captura de carbono" que podem não servir pra nada, inclusive.

Sobre o carbono, alguns falam em enterra-lo.. mas se esquecem que o carbono é uma matéria prima que é utilizada em praticamente tudo, e inclusive gera materiais muito caros e importantes.
Como as redes ópticas, diamante industrial e mais recentemente o nanotubo de carbono.

A princípio com a tecnologia adecuada, qualquer "lixo" que contenha carbono pode ser reciclado e transformado num destes materiais valiosíssimos.

Já existe projetos de como transformar o carbono das sacolas plásticas descartadas em nano-tubos de carbono!

Xevious
Físico Amador
Físico Amador

Mensagens : 670

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aquecimento Global - A Farsa

Mensagem por Carlos Costa em 28th Novembro 2012, 16:03

Penso que não seja uma farsa. Existem imensas provas científicas que é algo bem real. No entanto, penso que não seja tão grave quanto alguns falam. Digamos que a gravidade da situação fica entre o que os radicais ecologistas de um lado e as grandes empresas do outro lado falam, provavelmente nos estudos dos cientistas mais sérios e independentes de qualquer financiamento.

Carlos Costa
Administrador

Mensagens : 2172
Idade : 33
Localização : Porto, Portugal

http://torredebabel.blogs.sapo.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aquecimento Global - A Farsa

Mensagem por Xevious em 29th Novembro 2012, 02:09

Acontece que ao que tudo indica, nós estamos vivendo uma "era quente", nos últimos 5 mil anos.
E em geral nosso planeta foi muito mais frio.

E os oceanos "já" aumentaram, e não foi poucos metros, foram 50 metros, comparando-se a 5 mil anos atras.

Outro dado, plantas tropicais como as Orquídeas, estão em plena explosão genética, e todas as centenas de espécies tem menos de 5 mil anos..

Mas isto não quer dizer que passamos a aquecer e aqueceremos cada vez mais, esta previsto um retorno a era gélida em breve.

Mas ao que tudo indica, os humanos tem uma interferência infima neste processo.

Mas não sou contra o movimento "anti-aquecimento" porque ele também é um movimento ecológico.

Xevious
Físico Amador
Físico Amador

Mensagens : 670

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aquecimento Global - A Farsa

Mensagem por Jonas Paulo Negreiros em 30th Novembro 2012, 10:18

Na entrevista do Jô Soares, Juca de Oliveira pergunta se o pesquisador trabalha para da bancada ruralista. Pode até não ser, mas seu discurso cai como uma luva para os desmatadores.

A floresta até pode regenerar-se em vinte anos. E quanto à fauna? Dá para reproduzí-la em laboratórios?
avatar
Jonas Paulo Negreiros
Físico Profissional
Físico Profissional

Mensagens : 1658
Idade : 63
Localização : Jundiaí, São Paulo - Brasil

http://sbtvd.anadigi.zip.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aquecimento Global - A Farsa

Mensagem por Xevious em 30th Novembro 2012, 16:12

Jonas Paulo Negreiros escreveu:A floresta até pode regenerar-se em vinte anos. E quanto à fauna? Dá para reproduzí-la em laboratórios?
PoisZé ecologia era só a ciência que estudava as relações de consumismo entre os animais, praticamente isso, até a década de 80.
Embora desda década de 60, que os "Malucos Beleza" falavam sobre ecologia da forma que conhecemos agora, mas ninguém dava muita bola a eles.

Foi graças a ameaça do aquecimento que o assunto tomou importância, afinal "mexia nos bolsos" dos responsáveis pelas decisões.

Então esse é o grande benefício dessa "farsa"(ou nã0).

Por exemplo, este ano foi o ano de menor desmatamento na Amazônia nos últimos 18 anos.

Além de técnicas pra poupar recursos naturais e reciclar os existentes.

Eu acho até que futuramente não disperdiçaremos nada, tudo será reciclado e isso será tão importante quanto o mercado do petróleo hoje em dia.



Acho meio que piada o "resgate de carbono"..
Mas concordo que desmatamento deva ser extinto na nossa sociedade.

Xevious
Físico Amador
Físico Amador

Mensagens : 670

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aquecimento Global - A Farsa

Mensagem por Jonas Paulo Negreiros em 30th Novembro 2012, 21:51

Céticos do clima na Geografia da USP- Universidade de São Paulo

Afra Balazina, do Jornal "O Estado de São Paulo"

O departamento de climatologia da Geografia da USP concentra hoje céticos do clima. Eu conversei com um deles, Ricardo Felício, para fazer uma matéria sobre o projeto de lei que obriga os paulistanos a pintar os telhados de branco. E aproveitei para perguntar sobre a polêmica (vejam abaixo).

Conversei com professores e alunos da USP que estão preocupados, pois acham que há um “doutrinamento” dos estudantes da Geografia para se tornarem céticos também. Enquanto isso, o País já tem uma meta de cortar gases-estufa, o Estados de São Paulo e Rio de Janeiro idem como forma de combater o aquecimento. E o Painel do Clima da ONU (IPCC) reúne cientistas do mundo inteiro que acreditam que a ação humana é responsável pelo aquecimento global. Outros cientistas renomados que eu procurei não quiseram falar, acham que nem vale a pena perder tempo com esses céticos.

Já o secretário nacional de Mudanças Climáticas, Eduardo Assad, diz que felizmente o ceticismo sobre as mudanças climáticas não é a posição da USP como um todo. E ele cita professores reconhecidos como o físico Paulo Artaxo, Ricardo Abramovay (professor do departamento de Economia da FEA/USP) e José Goldemberg, que já foi reitor da universidade e secretário estadual de Meio Ambiente, para comprovar esse fato. Para Assad, esses céticos da USP têm pouca credibilidade e têm produtividade baixa, quase não publicam em revistas científicas. O secretário é especialista em agroclimatologia e foi um dos coordenadores do maior estudo feito no País sobre o impacto do aquecimento global para a agricultura.

Vejam aqui a opinião do professor Ricardo Felício sobre as mudanças climáticas.

1- Tanto o governo federal quanto o governo estadual de São Paulo adotaram em 2009 metas para cortar as emissões de gases-estufa. O Rio também definiu, recentemente, metas para os diferentes setores da economia. Como avalia essas medidas?

Estas medidas são completamente inócuas para o clima da Terra, pois os chamados gases-estufa, da forma que falam, não existem! Quem dá essa inércia térmica ao planeta é a presença da atmosfera, do vapor d’água e das nuvens. É um verdadeiro engodo pseudocientífico ficar realizando esta estúpida contabilização de carbono. Note que tudo se baseia em realizar inventários de gases. Significa que eles controlam o clima? Isto é um verdadeiro absurdo! Não há física por trás destas afirmações. Quem controla o clima é o Sol, além deste, os oceanos, vulcões, nuvens, criosfera. Os gases não o fazem. Não o fizeram no passado, não o fazem agora e nunca o farão. Não existe um processo físico em que a entrada de energia seja menor que a saída, em outras palavras, que os gases “gerem” um aquecimento “criando” energia. Assim sendo, todos estes políticos, de todas as esferas de governo trabalham para uma agenda mundial e não para defender os interesses do povo brasileiro. Pensam que, contribuindo para uma arrecadação mundial de recursos baseada na falácia do carbono, participarão também do recorte da fatia do bolo. Faremos questão de mostrar para a História do nosso país quem foram os responsáveis pela nossa permanência em uma situação de subdesenvolvimento. Sim, são estes os desdobramentos das medidas que tais governos aqui no Brasil nos farão, em todas as esferas. Desta forma, nosso país se ajoelha, através destes governantes, ao governo mundial, enquanto Japão, Rússia, Canadá, entre outros, dizem adeus a esta patifaria das “mudanças climáticas” e do “aquecimento global”. O mais interessante ainda é verificar que enquanto os países não tomam nenhum tipo de atitude, internamente, estados e municípios o fazem voluntariamente, atribuindo ao cidadão o fardo por um problema inexistente. Um absurdo!

2 - Quantos professores da área de climatalogia no Departamento de Geografia da USP podem ser chamados hoje de céticos do clima, ou não acreditam que o homem seja culpado pelas mudanças climáticas?

Para começar, o termo cético é usado de uma forma bem pejorativa. Todo cientista que se preza deve ser cético ao que lhe apresentam. Assim sendo, quando tentamos realizar debates e os chamados “aquecimentistas” não aparecem, algo soa estranho. Se eles têm tanta certeza do que afirmam e se podem defender tão bem as suas hipóteses, então por que não colocam suas argumentações em debate com os chamados “céticos”? Simplesmente porque não tem sustentação ou porque suas hipóteses não podem ser comprovadas. Assim sendo, omitem-se de participar dos debates ou simplesmente realizam os seus debates entre eles mesmos, os chamados “enlatados científicos” que dão maior visibilidade. Note que quando um destes se coloca numa posição como esta, de não querer debater, cria-se um dogma, ou seja, parte-se para a religião. Desta forma, é exatamente o que a nossa sociedade técnico-científica-informacional hoje está passando: pela igreja da sustentabilidade. E assim como a Igreja da Idade Média, a igreja da sustentabilidade não admite contradições. Portanto, embora tenhamos cinco professores de climatologia no departamento, apenas três são declaradamente “céticos”.

3- Como é ser uma minoria no meio acadêmico, já que a maior parte dos professores em universidades públicas hoje no País leva em conta – e em alguns casos colabora – com o IPCC?

De certa forma, é a tarefa mais penosa que um docente poderia querer para a sua carreira. Tentar defender os princípios científicos, a ética, o seu país, as pessoas que sofrerão com toda esta patifaria do terrorismo climático, inventado por um órgão auto-nomeado da ONU, o qual só visa manter o poder econômico e a hegemonia de um grupo minoritário de países altamente desenvolvidos, em detrimento dos que tentam se desenvolver (incluindo o Brasil, a eterna colônia de recursos). Contudo, também é bom saber que na verdade pertenço a uma minoria que tem a coragem de se manifestar contra este mito religioso ridículo que é o “aquecimento global” e as “mudanças climáticas” porque aqui dentro da Universidade existem muito mais cientistas que são céticos, só que lhes faltam a coragem em poder se pronunciar, pois sabem que se o fizerem, perderão muito do seu prestígio e acabarão com as suas carreiras, além de perderem financiamentos etc. Não é uma verdadeira Idade Média e Inquisição?! Assim, se mais cientistas se pronunciassem, como é o caso do Petition Projetc, onde há a manifestação de mais de 31 mil cientistas só nos EUA que são céticos, o mito perderia o seu poder aqui também. Terminando, quase todas as universidades públicas brasileiras possuem um único grupo cético de Climatologia que trabalha de maneira autônoma e sem uso de recursos, o Grupo de Pesquisa e divulgação científica FakeClimate, atrelado ao Grupo de Pesquisa ClimaGeo.

***Detalhe no fim do e-mail do professor: “Se você é brasileiro, diga: fora com o Greenpeace!”

fonte:
http://blogs.estadao.com.br/afra-balazina/ceticos-do-clima-na-usp/?doing_wp_cron=1354278327.5078730583190917968750
avatar
Jonas Paulo Negreiros
Físico Profissional
Físico Profissional

Mensagens : 1658
Idade : 63
Localização : Jundiaí, São Paulo - Brasil

http://sbtvd.anadigi.zip.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aquecimento Global - A Farsa

Mensagem por Xevious em 1st Dezembro 2012, 00:07

Jonas Paulo Negreiros escreveu:***Detalhe no fim do e-mail do professor: “Se você é brasileiro, diga: fora com o Greenpeace!”
Aí já não concordo

sei que os próprios ativistas do GreenPeace foram enganados... assumiram a causa, enganada
e com todas as forças agem da maneira que acham que estão certos

fazendo isto, podem tornar alguns ricos mais ricos, como explicado no post acima
mas também já fizeram muita coisa boa

Xevious
Físico Amador
Físico Amador

Mensagens : 670

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aquecimento Global - A Farsa

Mensagem por Kings em 1st Dezembro 2012, 16:55

Há duas correntes atualmente sobre este tema, uma que diz que o clima está a ser alterado por nossa culpa, devido ao facto de usarmos tantos combustíveis fósseis e destruirmos as florestas. Para esta temática existem diversos documentários, como o famoso do Al Gore e até mesmo podemos nos aperceber um pouco nos documentários intitulados de "Terra: a Força do Planeta" (recomendo vivamente a visualização deles).

Com o meu estudo mais aprofundado de Geologia, pude verificar que durante muitos séculos foram notadas diversas alterações climáticas as quais foram registadas durante esse período. Para além disso foram registadas as alterações no número de manchas solares, e outros fatores que não me recordo totalmente. Um documentário muito bom sobre esta parte é o "A Farça do Aquecimento Global". Tudo isto fez-me entender que o aquecimento global é um processo muito mas muito mais complexo do que nós estamos a pensar, pois está relacionado com diversos fatores que não apenas o que o homem altera.

Apesar disso tudo é bom que tomemos uma rápida consciência que apesar de as alterações climáticas não serem apenas da responsabilidade do Homem, este deve tentar ter muito mais cuidadoso com aquilo que faz, pois pode alterar um pouco o mundo. E após verem os documentários "Terra: A Força do Planeta", verificam que tudo tem uma ligação muito frágil, e basta haver uma alteração num lado que toda a balança será desequilibrada.

Aconselho a visualização de um outro documentário: "Home" o qual está fantástico a vários níveis e aborda sucintamente alguns temas.


Jonas Paulo Negreiros escreveu:
***Detalhe no fim do e-mail do professor: “Se você é brasileiro, diga: fora com o Greenpeace!”


Greenpeace, World Wild Fund entra tantas outras ONG podem estar um pouco erradas (digo um pouco, porque apesar de saber que a culpa não é totalmente nossa, há algumas coisas que recaem sobre nós, contudo estão a ser tomadas algumas medidas e assim que permitem "controlar" melhor o que acontece) sobre o aquecimento global e tal, mas elas estão certas num aspeto de que o homem está a destruir habittats, e a causar a extinção de espécies que nem sequer conhecemos e outras apenas existem em cativeiro. Estas ONGs apenas procuram um "equilíbrio" entre o homem e a Terra tal como ela é

Kings
Membro Regular
Membro Regular

Mensagens : 111
Idade : 24
Localização : Braga

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum