Física2100
Olá visitante!

Por favor, faça login ou crie uma conta se ainda não estiver registado.

Proposta de classificação para astros

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Proposta de classificação para astros

Mensagem por Xevious em 13th Setembro 2013, 03:04

Na medida que fomos adquirindo mais conhecimento sobre o universo, fomos tendo conhecimento de que existem diversos tipos de astros no universo.
Já conhecíamos nossa lua, o Sol, mas descobrimos que existem planetas, e eles tem suas luas e que existem muitas estrelas.
Mais tarde descubrimos que existe uma quantidade absurda de astros.
E atualmente estamos observando que existem também astros que não se pode dizer exatamente de que tipo são.

Mas os tipos que conhecemos, a principio são, Estrelas, que podem ser anãs, vermelhas, brancas, marrons, estrelas normais azuis e amarelas e as gigantes e super-gigantes vermelhas.
E também que existem estrelas de nêutrons, magnetares e buracos negros e super-buracos negros.
E que também tem alguns tipos de planetas e os menores se confundem nas suas características com Luas e Asteróides e há também os planetóides.

Mas sob meu ponto de vista são todos "Atros", que devido as suas características são oq são.
E que a orbita de um astro não deveria servir para indicar sua classificação.

Na verdade proponho um sistema de classificação universal para todos astros.
Iniciando por algo pequeno, do tamanho de uma bola de basquete até o maior buraco negro super massivo que conhecermos, mas melhor ainda seria já prever algum bem maior.

E que a primeira ordem que influenciaria sua definição seja sua Massa.
Pois assim poderemos incluir na classificação também nuvens estelares.

Na minha proposta teria uma letra que seria uma consoante e que definiria o principal parâmetro do primeiro elemento de classificação o volume.

Então iniciaria com "B" e terminaria com "Z".
O segundo parâmetro seria uma sub-classificação da primeira .
Ou seja "Ba" seria a primeira e a última sub-classificação "Bu"

E existiriam mais classificações, a segunda seria "Volume"
que também iniciaria com "B" e terminaria com "Z" e que teria também suas sub-classificações.

A terceira poderia ser sua temperatura.

A quarta a distância de orbita em relação ao seu centro gravitacional.
Neste caso um Buraco Negro central que não orbitaria nada, seria um caso de "Ba" e algo que estaria orbitando algo a um milhão de anos luz de distância poderia ser um caso de "Zu".

A quarta seria relacionada a sua constituição química.

Como podem ver a proposta não esta completa, gostaria da participação dos colegas do fórum a me ajudar a terminar a formalização da proposta e depois se for possível formalizar ela de forma a ser apresentada a algum órgão que possa valida-la e caso aprovada se passe a iniciar a adoção da nova forma de classificação.

A justificação é que desta forma uma classificação realmente atenderia as nossas necessidades de conhecimento sobre o astro.
A classificação atual ainda seria utilizada, mas seria mais como um apelido para sua real classificação.

Assim numa só tacada poderíamos saber vários dados sobre informação do astro numa só tacada.

E nos casos de que encontremos astros que resultariam na mesma classificação eles seriam realmente muito parecidos de verdade.
Algo que não se pode dizer das classificações atuais.

Já existe uma proposta de nova classificação sendo estudada.
Mas é apenas para planetas e a classificação é derivada apenas da temperatura (aqui pode ler sobre a matéria)
Mas não estamos descobrindo apenas novos planetas, tanto que já há casos de descobertas de cometas.

Portanto eu considero essa proposta "inacabada" e sugiro a criação desta que sugeri que abrangeria todos os tipos de astros.

Só para relembrar
Por ordem de parâmetros

1) Massa.
2) Volume.
3) Temperatura.
4) Distancia do centro gravitacional.
5) Predominância química.

Então algum certo astro poderia ter na sua classificação "GaMiEaJeTu"

Mas como a proposta não esta inacabada aceito sugestões desde que mantenham o objetivo de criar uma classificação que sirva para abranger todos os astros.

Xevious
Físico Amador
Físico Amador

Mensagens : 670

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Proposta de classificação para astros

Mensagem por Xevious em 30th Outubro 2013, 00:46

Estou mesmo decidido criar esta nova proposta de classificação.

Mas pra isso preciso saber qual é o maior astro do universo.

No caso, penso em um "Super Aglomerado de Galáxias".

Por enquanto tenho estes concorrentes ao título de maior astro do universo e preciso de uma confirmação.

Grande Muralha Sloan

Complexo SuperAglomerado de Pisces

Super Aglomerado de Virgo

Abell 2029

Abell 1689

Xevious
Físico Amador
Físico Amador

Mensagens : 670

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Proposta de classificação para astros

Mensagem por Xevious em 14th Dezembro 2013, 22:42

Consegui formar uma proposta matemática para esta classificação
e consegui 'agora' ta quentinha hehe

tava me atrapalhando um pouco pq tinha uma informação errada na wikpedia sobre a terra
em um lugar diz que ela tem 5,97+E243 e outro lugar diz que é 5,97+E24
descobri que a segunda é que é a certa

A proposta consiste em que com a aplicação da classificação cada astro tem uma 'identidade' baseada nas suas propriedades.
Formando silabas, a primeira sílaba é referente a massa.

Iniciando pela letra "A" teria como mínimo um 'astro' de 1Kg
no caso um pequeno meteorito.

O máximo seria o "Huge-LQG" recentemente descoberto
Mas ele não é o máximo, ele é o "W", dando espaço para ampliar a classificação em mais dois pontos.
Mas na prática não deu certo essa minha intenção e "Huge-LQG" acabou ficando com a letra "Y"

A cada 'letra' teria uma diferença com a 'letra' anterior em 100x

Desta maneira o Meteoro de "Chelyabinsk" ficaria na letra "B"
Nosso companheiro espacial o "Cruithne" ficaria na letra "G"
A Lua na letra "L"
Terra na letra "M"
Jupter na letra "N"
O Sol na letra "P"
O nosso buraco negro central o "Sagittarius A" ficaria na letra "S"
Nossa galáxia a Via-lactea ficaria na letra "V"
E o "Huge-LQG" ficaria na letra "Y"

Existe uma sub-classificação pra cada propriedade, que é uma vogal, formando uma silaba.
Claro podem ocorrer duas vogais juntos, mas equivaleria a uma sílaba em termos de classificação.

Então a cada letra se tem um novo sub-fator.

A primeira, a letra "A", equivalente e 1Kg
teríamos então
AA = 1Kg
AE =
AI =
AO =
AU =
BA = 100

Para essa sub-divisão o fator fica sendo "2,5"
mas tive que considerar algum arredondamento pra dar certo

Então ficou assim

AA = 1 Kg
AE = 2,5 Kg
AI =  6,25 Kg
AO = 25,63 Kg
AU = 40 Kg
BA = 100 Kg

Como podem ver fica fácil de se introduzir estes fatores num programa de computador para retornar a classificação a partir da massa.

Com essa segunda informação os Astros informados acima ficariam assim

Bi - Meteoro de "Chelyabinsk"
Gi - Nosso companheiro espacial o "Cruithne"
Lu - A Lua.
Me - Terra
No - Jupter
Pa - Sol
Se - Sagittarius A
Ve - Via-lactea
Yi -  "Huge-LQG"

Claro os astros similares compartilhariam "letras" similares.
Mas a proposta de classificação não é apenas a respeito da massa.
Este é só o primeiro parâmetro, a ideia é que com a classificação completa um astro tenha sua 'identidade' numa palavra, que ela sozinha descreveria diversas características.

Fica fácil, sabemos que um astro com as letras iniciais 'baixas' é pequeno e 'altas' grande.

Hoje em dia os astros tem diversas formas de demonstrar sua massa, são quilos, toneladas, proporção em relação a Terra e a Júpiter.
Com essa minha sugestão fica uma só classificação para tudo.

Claro a casos como Terra e Vênus, que são como que gêmeos de tão parecidos.
Os dois seriam tipo "Me".

Creio que a segunda classificação que poderemos adotar seja o Volume.
Sendo que a combinação dos dois é a densidade.
E no caso da Terra e Vênus os dois teriam ainda coincidindo a segunda 'silaba' também

mas uma terceira silaba poderia ser a temperatura média
e ai os dois planetas teriam diferença

Gostaria da opinião de vocês
e se for o caso num outro momento venho aqui demonstrar a composição da proposta para a segunda sílaba.

E ainda perguntar, oq seria melhor, como segunda sílaba, o volume ou a densidade?

Xevious
Físico Amador
Físico Amador

Mensagens : 670

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Proposta de classificação para astros

Mensagem por Jonas Paulo Negreiros em 15th Dezembro 2013, 09:51

Xevious,
Sugiro o volume, pois dá uma noção espacial imediata.

_________________
Gráviton, onde tu estás que não te encontro Razz ?
avatar
Jonas Paulo Negreiros
Físico Profissional
Físico Profissional

Mensagens : 1658
Idade : 63
Localização : Jundiaí, São Paulo - Brasil

http://sbtvd.anadigi.zip.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Proposta de classificação para astros

Mensagem por Xevious em 9th Fevereiro 2014, 20:34

Criei a segunda sílaba agora que corresponde ao raio do astro.

O menor possível seria uma pedra espacial de 5cm de raio.
E o maior seria o Huge-LQG que teria um Raio de 4 bilhões de anos luz

Agora o fator entre uma letra e outra é o número 15

BiBo - Meteoro de "Chelyabinsk"
GiDo - Nosso companheiro espacial o "Cruithne"
LuGi - A Lua.
MeGu - Terra
NeHi - Urano
NoHu - Jupter
PaIo - Sol
PeIu - Sirius
PiLe - Betelgueuse
VeSo - Via-lactea
YiWu - "Huge-LQG"

Eu estava indeciso se iria usar algo indicando o volume ou sua densidade.
Oq me fez decidir pelo volume foi que o valor da densidade ainda é bastante polêmico ainda mais se falando dos buracos negros.

Resultado as duas sílabas acabam meio que se acompanhando, em geral, ou seja sílabas pequenas iniciais devem ter pequenas finais também e vice-versa.
Mas já serve pra termos uma sílaba que pode ser usada para comparação entre os astros, informando duas propriedades numa só palavra, a Massa e seu Volume.

No caso a Terra que tem o resultado MeGu
e um planeta recém descoberto que também é Me
mas na sua segunda sílaba é He
Portanto podemos saber a diferenças dos dois observando rápidamente
Terra = MeGuKepler-138 c = MeHe

Demonstrando que este planeta tem uma massa bem parecida com a Terra mas um volume maior
portanto que ele é mais gasoso

Nesta segunda sílaba cada mudança de letra ocorre num fator de 15x em relação ao anterior

Xevious
Físico Amador
Físico Amador

Mensagens : 670

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Proposta de classificação para astros

Mensagem por Luís António Lopes Rodrig em 24th Janeiro 2015, 04:07

Boas.

Em primeiro lugar deixe-me dar-lhe os parabéns pelo trabalho já efectuado.

Percebo perfeitamente o seu problema.

Onde vi o melhor tratamento de informação foi nas Pautas Aduaneiras dos Despachantes.

O primeiro objectivo de classificar é encontrar !!!

Nas técnicas de documentação encontra-se material q o ajudará a apresentar o seu sistema.

Abraço

Luís António Lopes Rodrig
Membro Regular
Membro Regular

Mensagens : 80
Idade : 51
Localização : Lisboa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Proposta de classificação para astros

Mensagem por Jonas Paulo Negreiros em 24th Janeiro 2015, 09:48

Quando a relação  entre o maior e menor corpo é muito grande, escalas logarítmicas podem ser apropriadas.

Assim acontece com as magnitudes sonoras e também com a classificação de terremotos.

Por exemplo, "zero decibel" representa a queda de uma folha de uma árvore; 140 decibéis equivale ao som de um jato supersônico em decolagem é está próximo ao limiar da dor do aparelho auditivo. O ruído do jato é 100 trilhões de vezes maior que a queda de folha de uma árvores; em escala logarítmica esse ruído representa 140 decibéis.

Teria essa escala alguma serventia para a astronomia?

Escala Astronômica = log (raio do astro)/ (raio da Terra)
Nota: o log é de base 10.

Terra = referência = 0
Corpos menores que a Terra = -x
Corpos maiores que a Terra = +x

BiBo - Meteoro de "Chelyabinsk"
GiDo - Nosso companheiro espacial o "Cruithne"
LuGi - A Lua = -0,56 EA
MeGu - Terra = O zero da Escala Astronomica
NeHi - Urano = 4,06 EA
NoHu - Júpiter = 11,19 EA
PaIo - Sol = 23,49 EA
PeIu - Sirius
PiLe - Betelgueuse
VeSo - Via-lactea
YiWu - "Huge-LQG"
avatar
Jonas Paulo Negreiros
Físico Profissional
Físico Profissional

Mensagens : 1658
Idade : 63
Localização : Jundiaí, São Paulo - Brasil

http://sbtvd.anadigi.zip.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Proposta de classificação para astros

Mensagem por Xevious em 24th Janeiro 2015, 19:45

Jonas Paulo Negreiros escreveu:Quando a relação  entre o maior e menor corpo é muito grande, escalas logarítmicas podem ser apropriadas.
Sim o cálculo que utilizo é semelhante ao cálculo algoritmo, mas numa base específica "para dar certo" entre a maior e menor escala.
Assim "Aa" é um meteorito de 1Kg e "Zz" seria algo tão grande como talvez o universo todo.. (mas não cheguei a calcular..)

Como pode notar o maior super-aglomerado já descoberto não chega a ser "Za" ele ainda é "Yi"

Fiz com que a escala máxima fosse maior doq algo que já encontramos, porque afinal de contas provavelmente iremos mesmo encontrar coisas ainda maiores.

Mas tenho percebido que talvez haja a necessidade de criar uma terceira letra na mesma sílaba para diferenciar.
Só pra dar um exemplo, Terra e Vênus ficariam com a mesma sílaba, que no caso é "Me"

Mas não sei se realmente há necessidade desta extensão de precisão.
Afinal de contas a ideia aqui não é ser altamente preciso e sim ter uma única classificação para todos os astros.

Se tiver interesse posso detalhar os cálculos, ou enviar os fontes dos programas que fiz pra fazer o cálculo.
Fiz um em php e outro em C#.

O em php pode ser acessado aqui => http://www.tele-tudo.com/propcosmica/index.php
E aqui pode baixar o em C# => https://www.dropbox.com/s/sf787ib3ymdizwu/PropostaCosmica.exe?dl=0

Mas só o em C# que esta atualizado incluindo a classificação para temperatura.
No caso são 3 silabas a primeira é a Massa, a segunda o Volume e a terceira a Temperatura.

Pensava em 'um dia' criar uma outra relacionada a composição química predominante..

Xevious
Físico Amador
Físico Amador

Mensagens : 670

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Proposta de classificação para astros

Mensagem por Jonas Paulo Negreiros em 25th Janeiro 2015, 10:34

Oi, Xevious!

Verifiquei o seu classificador astronômico no site "Tele Tudo". Muito interessante!
Seria ótimo se fosse possível expressar as quantidades astronômicas em "notação científica", pois é um recurso comum em calculadoras e computadores.
avatar
Jonas Paulo Negreiros
Físico Profissional
Físico Profissional

Mensagens : 1658
Idade : 63
Localização : Jundiaí, São Paulo - Brasil

http://sbtvd.anadigi.zip.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Proposta de classificação para astros

Mensagem por Xevious em 26th Janeiro 2015, 00:11

Jonas Paulo Negreiros escreveu:
Seria ótimo se fosse possível expressar as quantidades astronômicas em "notação científica", pois é um recurso comum em calculadoras e computadores.
O do site não ta completo, o mais completo é o pra download, mas só funciona com o FrameWork 4 da M$ instalado

Poderia me dar um exemplo de tu falou ?
pra mim entender melhor

A notação científica seria para a entrada de dados?

Xevious
Físico Amador
Físico Amador

Mensagens : 670

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Proposta de classificação para astros

Mensagem por Jonas Paulo Negreiros em 26th Janeiro 2015, 09:21

Xevious escreveu:
Jonas Paulo Negreiros escreveu:
Seria ótimo se fosse possível expressar as quantidades astronômicas em "notação científica", pois é um recurso comum em calculadoras e computadores.
O do site não ta completo, o mais completo é o pra download, mas só funciona com o FrameWork 4 da M$ instalado

Poderia me dar um exemplo de tu falou ?
pra mim entender melhor

A notação científica seria para a entrada de dados?

Sim, aí vão os exemplos:

1840 = 1,84 x 10^3 ou 1,84 E3

100.000  = 1,00 x 10^4 ou 1,00 E4

etc..
avatar
Jonas Paulo Negreiros
Físico Profissional
Físico Profissional

Mensagens : 1658
Idade : 63
Localização : Jundiaí, São Paulo - Brasil

http://sbtvd.anadigi.zip.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Proposta de classificação para astros

Mensagem por Xevious em 26th Janeiro 2015, 12:45

Jonas Paulo Negreiros escreveu:A notação científica seria para a entrada de dados?

Sim, aí vão os exemplos:

1840 = 1,84 x 10^3 ou 1,84 E3

100.000  = 1,00 x 10^4 ou 1,00 E4

etc..[/quote]
entendi, a princípio não precisaria pois pode-se trocar a unidade de medida, utilizando-se o combo.
Então não seria necessário entrar com medidas com notação na decimal grandes
pois se utilizaria uma medida mais adequada se fosse o caso

mas vou fazer essa adaptação
já que no site esta faltando a "Silaba" referente a temperatura
quando fizer esta atualização me comprometo de adaptar a entrada por notação científica também

Xevious
Físico Amador
Físico Amador

Mensagens : 670

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Proposta de classificação para astros

Mensagem por Luís António Lopes Rodrig em 27th Janeiro 2015, 23:03

O objecto de estudo são os astros. Dentro dos astros vai ter x classes.

Associado a estes vai ter palavras chave gerais a todos os astros e palavras chave particulares a cada classe de astros.
Em seguida vai constituir todas as Frases CHAVES possíveis para a construção do thesaurus que será a base do seu sistema de classificação e assim poder apresentá-lo a organismos de normalização .

Abraço


Luís António Lopes Rodrig
Membro Regular
Membro Regular

Mensagens : 80
Idade : 51
Localização : Lisboa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Proposta de classificação para astros

Mensagem por Xevious em 28th Janeiro 2015, 01:12

Luís António Lopes Rodrig escreveu:O objecto de estudo são os astros. Dentro dos astros vai ter x classes.
Atualmente existem diversas classificações para tipos de astros diferentes
classificações para estrelas, para planetas, asteróides, buracos negros, galáxias.
Mas não existe, alguma classificação geral

e as coisas pioraram porque surgiram estrelas que se parecem planetas e planetas que se parecem estrelas
e acabam tendo uma classificação quando se considera eles de um tipo ou outro

minha proposta se abstrai de pré-conceitos, de que tipo de astro deve ser classificado
com ela, um astro pode ser comparado a outro astro, inclusive de outro tipo, já que é uma classificação que abrange todos

e ainda, não é uma classificação exclusiva do tamanho, mas leva em consideração volume, portando a densidade também e a temperatura
e caso, acabem considerando ela válida, ou mesmo alguma outra proposta semelhante a ela, mas derivada dela
poderemos elaborar uma outra sílaba que consideraria a composição química também

Não tenho certeza sobre se posso utilizar sua sugestão a minha proposta
talvez porque é algo novo e não se enquadro no padrão esperado, para uma proposta de classificação

e por sinal, existiria alguma outra proposta de classificação geral para todos os astros?

Mas digo isso por causa de alguns detalhes
que talvez voce possa me explicar melhor, se for o caso

Luís António Lopes Rodri escreveu:Dentro dos astros vai ter x classes.
Sim, desde um meteorito de 1Kg até algum objeto bem maior doq o maior já encontrado

Luís António Lopes Rodri escreveu:O objecto de estudo são os astros. Dentro dos astros vai ter x classes.
Seriam 24 classes, porque corresponde a todas as letras do alfabeto
e .. poderiam ser considerados classes?

também haveriam sub-classes, que é a segunda composição da silaba, e no caso é uma vogal
pensei assim pois seria mais fácil de pronunciar
no caso essa sub-classificação ou sub-classe é formada de 5 divisões

Luís António Lopes Rodri escreveu:Associado a estes vai ter palavras chave gerais a todos os astros e palavras chave particulares a cada classe de astros.
Creio que aqui estaria outro problema de aplicação também

porque a designação em si não diz que 'tipo' de astro é

Por exemplo, um astro tipo "M" poderia ser um planeta, a Terra teria a classificação "Me"
mas como ela designa a massa, poderia ser uma pequena nebulosa planetária, com uma massa semelhante a da Terra mas com um volume muito maior
Portando a segunda silaba poderia explicar bem que tipo de astro seria

Outro exemplo, nosso Sol tem ganha a primeira sílaba de "Pa" já a segunda sílaba que designa o volume é "Io", portanto seria "PaIo"
e a terceira sílaba designa a temperatura e para o Sol seria "Ke"

Oq quero dizer é que pode existir uma nebulosa com a massa do Sol, e claro teria um volume bem maior e temperatura menor.

Ou seja através da minha proposta, em apenas 3 silabas poderemos saber que tipo de astro é, pois podemos ter uma boa ideia da sua massa, volume e temperatura.
Mas uma letra em si, não pode designar que tipo de astro que se trata.

Hoje em dia podem até considerar minha proposta estranha.
Mas creio que seria fácil todos acostumarmos a ela.
Afinal existe formulas matemáticas para resultar a esta classificação, portanto podemos classificar todos os astros que já obtemos informações facilmente.

E existe uma lógica fácil, astros menores tem letras 'menores' (as primeiras do alfabeto) e as maiores o inverso.
Portanto os alunos teriam uma facilidade para obter uma boa noção através desta classificação.
E isto poderia ser bem compreendido por qualquer um.
Até mesmo alunos de primário teriam um bom conceito de grandezas de uma forma intuitiva.

Hoje em dia somente pessoas com estudo mais aprofundado que podem ter na ponta da lingua, alguma das classificações, e todas ainda, seria uma utopia.

As classificações atuais são derivadas de um pensamento antigo, em que pensávamos que tipo de astro que é para depois chegarmos a uma classificação para ele.
Esse pensamento causa confusões, por exemplo, como falamos em Titã, falamos sempre que é uma Lua, ou satélite, mas isto não é mais importante, o mais importante são as suas características, e agrupa-las no agrupamento de 'satélites de planetas' não ajuda a nada.

Luís António Lopes Rodri escreveu:Em seguida vai constituir todas as Frases CHAVES possíveis
Mais uma vez esta exigência demonstra a incompatibilidade com minha ideia.
Mas também pode ser respondida facilmente.
A 'frases' ou como prefiro chamar, palavras, resultantes são todas de "AaAaAa" até "ZzZzZz"

Sendo que isto incluiria alguns astros impossíveis, como por exemplo algum como "ZzAa" teria a massa de quase todo o universo, mas apenas poucos centímetros cúbicos.
Mas não podemos restrugi-los, já que provavelmente ainda encontraremos alguns astros que hoje consideraríamos impossíveis.

Como disse antes, não precisam adotar a minha classificação, pode ser qualquer uma que seja global.
Creio que já é hora de descartarmos as existentes, mantendo só algumas que são específicas para alguns estudos, como a classificação quanto a luminosidade.
A minha creio que é plenamente cabível, já que ela é matemática, portanto confiável e que englobaria todos os tipos de objetos espaciais.

Luís António Lopes Rodri escreveu:e assim poder apresentá-lo a organismos de normalização .
Então Luís, lhe demonstrei que estas exigências poderiam impedir de que minha proposta seja levada adiante.
Por outro lado, também demonstrei que isto pode acontecer porque estas exigência nunca previram algo como minha proposta.

Se adaptasse a minha proposta a estas exigências a modificaria tanto que não teria mais validade, não seria mais vantagem utilizarmos dela.

As vantagens de usarmos ela são.
1) Bastante intuitiva.
2) Incorporaria qualquer tipo de objeto, e hoje não existe isto.
3) Pode ser incorporada facilmente a qualquer sistema computacional.

E uma outra grande vantagem.
Como as palavras resultantes levam suas características, poremos criar funções de agregação, somatório, estatística, levando como dados de entrada as próprias palavras resultantes.
E com resultado, poderemos olhar uma constelação e saber qual é sua massa total, a partir de suas estrelas, e a partir disto sua influencia gravitacional, etc.

Xevious
Físico Amador
Físico Amador

Mensagens : 670

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Proposta de classificação para astros

Mensagem por Jonas Paulo Negreiros em 29th Janeiro 2015, 05:17

e ainda, não é uma classificação exclusiva do tamanho, mas leva em consideração volume, portando a densidade também e a temperatura e caso, acabem considerando ela válida, ou mesmo alguma outra proposta semelhante a ela, mas derivada dela
poderemos elaborar uma outra sílaba que consideraria a composição química também

A classificação pelo tamanho é mais que suficiente, somente Keppler seria considerado.

A classificação pela densidade entra em conflito com as visões de Newton e Einstein.

A densidade da Terra nunca foi medida integralmente. Conhecemos, mal e mal, apenas a "casca" de nosso planeta.

O experimento de Cavendish é uma piada.



Esqueceram-se que o a fita de quartzo que suspende o halteres pode eletrizar-se e interferir no resultado verificado.

A esperada "atração gravitacional" que justifica o movimento do halteres pode ser apenas atração eletrostática.

Ainda não foi possível medir a força de atração gravitacional em nenhum lugar.
Aliás, não há lugar para a atração gravitacional dentro do átomo.
avatar
Jonas Paulo Negreiros
Físico Profissional
Físico Profissional

Mensagens : 1658
Idade : 63
Localização : Jundiaí, São Paulo - Brasil

http://sbtvd.anadigi.zip.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Proposta de classificação para astros

Mensagem por Xevious em 29th Janeiro 2015, 10:38

Jonas Paulo Negreiros escreveu:A classificação pelo tamanho é mais que suficiente, somente Keppler seria considerado.
Já eu discordo

Venus e Terra são tão 'gemeos' que só com uma terceira sílaba que diferenciam
Venus é MeGuFa
e Terra é MeGuGa

Neste forum não cheguei a colocar a proposta quanto a temperatura
então pode conferir neste endereço => http://forum.intonses.com.br/viewtopic.php?f=77&t=287247

Xevious
Físico Amador
Físico Amador

Mensagens : 670

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum