Física2100
Olá visitante!

Por favor, faça login ou crie uma conta se ainda não estiver registado.

Equivalência da Energia

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Equivalência da Energia

Mensagem por Jonas Paulo Negreiros em 15th Novembro 2013, 10:22

avatar
Jonas Paulo Negreiros
Físico Profissional
Físico Profissional

Mensagens : 1670
Idade : 63
Localização : Jundiaí, São Paulo - Brasil

http://sbtvd.anadigi.zip.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Equivalência da Energia

Mensagem por Márcio em 19th Janeiro 2015, 15:03

Why ?

Márcio
Iniciante
Iniciante

Mensagens : 12
Idade : 22
Localização : Tefé-AM

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Equivalência da Energia

Mensagem por Jonas Paulo Negreiros em 20th Janeiro 2015, 09:10

Isso é somente uma brincadeira, Marcio.

Na explosão de uma bomba, cada partícula segue uma direção e sentido e velocidade diferentes.
A somatória dos vetores de todas as partículas decorrentes da explosão é igual a zero.
Isso tem alguma relação com os postulados de corrente e tensão elétrica de Kirchhoff.
Isso não significa que não há energia em qualquer um desses sistemas.
Mas significa que a hipótese do big-bang pode ser uma grande piada.
avatar
Jonas Paulo Negreiros
Físico Profissional
Físico Profissional

Mensagens : 1670
Idade : 63
Localização : Jundiaí, São Paulo - Brasil

http://sbtvd.anadigi.zip.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Equivalência da Energia

Mensagem por Márcio em 23rd Janeiro 2015, 21:09

Ata, muito bom, gostei...

Márcio
Iniciante
Iniciante

Mensagens : 12
Idade : 22
Localização : Tefé-AM

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Equivalência da Energia

Mensagem por Jonas Paulo Negreiros em 29th Janeiro 2015, 05:01

Jonas Paulo Negreiros escreveu:
Na explosão de uma bomba, cada partícula segue uma direção e sentido e velocidade diferentes.
A somatória dos vetores de todas as partículas decorrentes da explosão é igual a zero.
Isso tem alguma relação com os postulados de corrente e tensão elétrica de Kirchhoff.
Isso não significa que não há energia em qualquer um desses sistemas.

Márcio,

Levando-se esse raciocínio adiante, podemos afirmar que não houve alteração na quantidade de energia antes nem depois da explosão da bomba. Não houve perda ou aumento de energia no evento.

A lei de conservação de energia foi salva mais uma vez  Razz ...
avatar
Jonas Paulo Negreiros
Físico Profissional
Físico Profissional

Mensagens : 1670
Idade : 63
Localização : Jundiaí, São Paulo - Brasil

http://sbtvd.anadigi.zip.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Equivalência da Energia

Mensagem por Bosco em 5th Fevereiro 2015, 21:31

Jonas, como você interpreta o fato de que na explosão de um cilindro de gás, este, para expandir-se, "rouba" calor do ambiente?

_________________
É mais fácil construir um universo associando efeitos, do que reunindo "substâncias".

Bosco
Membro Ativo
Membro Ativo

Mensagens : 425

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Equivalência da Energia

Mensagem por Jonas Paulo Negreiros em 5th Fevereiro 2015, 21:52

Bosco escreveu:Jonas, como você interpreta o fato de que na explosão de um cilindro de gás, este, para expandir-se, "rouba" calor do ambiente?

Essa pergunta foi feita pela Revista Nature. Há muita enrolação nas respostas. Até hoje não li uma explicação convincente para o funcionamento de refrigeradores termo-resistivos, por exemplo.

Sem apelar para explicações "quânticas" ou para a formuleta de Clapeyron, sei que no processo de compressão de gases, há libertação de calor (em forma de ondas eletromagnéticas na faixa do infravermelho). A compressão de um gás numa garrafa força as suas moléculas se organizarem,  isto é, elas são obrigadas a perder energia mecânica, cinética ou "entropia" em forma de radiação térmica. Isso acontece no estágio condensador de um refrigerador, por exemplo. Já notou como a "serpentina" atrás da geladeira esquenta?

Quando o gás é libertado do cilindro, a pressão interna desse vaso diminui e isso permite maior liberdade de movimento entre as moléculas que ainda estão em seu interior. É o processo inverso ao descrito anteriormente. É necessário que o gás que ainda está aprisionado roube energia externa ao vaso para a entropia ou energia cinética dentro do vaso aumentar.

Como esse processo de evaporação não é instantâneo, o cilindro esfria-se e somente voltará a ter mesma temperatura do ambiente quando esse vaso deixar de escapar o gás comprimido. Esse processo ocorre no estágio evaporador de um refrigerador, também conhecido como "congelador", que rouba o calor dos alimentos armazenados nesse aparelho.

É óbvio que isso é somente uma descrição teórica. Ainda não sabemos como o microcosmos realmente funciona. As descrições quânticas não elucidam satisfatoriamente esta questão. Nem o diabinho de Maxwell Razz !
avatar
Jonas Paulo Negreiros
Físico Profissional
Físico Profissional

Mensagens : 1670
Idade : 63
Localização : Jundiaí, São Paulo - Brasil

http://sbtvd.anadigi.zip.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Equivalência da Energia

Mensagem por Bosco em 5th Fevereiro 2015, 23:09

Jonas Paulo Negreiros escreveu:Como esse processo de evaporação não é instantâneo, o cilindro esfria-se e somente voltará a ter mesma temperatura do ambiente quando esse vaso deixar de escapar o gás comprimido. Esse processo ocorre no estágio evaporador de um refrigerador, também conhecido como "congelador", que rouba o calor dos alimentos armazenados nesse aparelho.
Sobre isto que você disse acima, eu sempre penso, sobre a seguinte situação:

Se fosse possível armazenar um gás num cilindro ideal, cuja massa fosse praticamente nula, mas que isto não fosse empecilho para que este service de gaiola ou prisão competente para o referido gás, e também supostamente, se pudéssemos transportá-lo para um local no cosmos, longe de tudo e de todos, e lá num ambiente de puro vácuo, tentássemos abrir repentinamente a garrafa, o que iria acontecer?

A) Seria impossível abrir a garrafa, por uma imposição do gás, que está impedido de expandir.

B) A garrafa se abre (ao meio - por exemplo), mas o gás se mantém coeso, como se ainda estivesse envolvido pela garrafa, porque no vácuo não existe matéria, que possa ceder energia ao gás, para que ele se expanda.

C) O gás se expande normalmente. (não creio)

_________________
É mais fácil construir um universo associando efeitos, do que reunindo "substâncias".

Bosco
Membro Ativo
Membro Ativo

Mensagens : 425

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Equivalência da Energia

Mensagem por Jonas Paulo Negreiros em 6th Fevereiro 2015, 09:18

Bosco escreveu:

A) Seria impossível abrir a garrafa, por uma imposição do gás, que está impedido de expandir.

B) A garrafa se abre (ao meio - por exemplo), mas o gás se mantém coeso, como se ainda estivesse envolvido pela garrafa, porque no vácuo não existe matéria, que possa ceder energia ao gás, para que ele se expanda.

C) O gás se expande normalmente. (não creio)

A resposta B me parece razoável. Se a garrafa for aberta sem atrito e o ambiente estiver próximo do zero absoluto, o gás deve ficar coeso. Talvez a massa do gás tome a forma esférica, se houver força de atração em jogo, mas não haveria energia para dispersão das partículas do gás.
avatar
Jonas Paulo Negreiros
Físico Profissional
Físico Profissional

Mensagens : 1670
Idade : 63
Localização : Jundiaí, São Paulo - Brasil

http://sbtvd.anadigi.zip.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Equivalência da Energia

Mensagem por Dionísio em 6th Fevereiro 2015, 17:51

Sobre isto que você disse acima, eu sempre penso, sobre a seguinte situação:

Se fosse possível armazenar um gás num cilindro ideal, cuja massa fosse praticamente nula, mas que isto não fosse empecilho para que este service de gaiola ou prisão competente para o referido gás, e também supostamente, se pudéssemos transportá-lo para um local no cosmos, longe de tudo e de todos, e lá num ambiente de puro vácuo, tentássemos abrir repentinamente a garrafa, o que iria acontecer?

A) Seria impossível abrir a garrafa, por uma imposição do gás, que está impedido de expandir.

B) A garrafa se abre (ao meio - por exemplo), mas o gás se mantém coeso, como se ainda estivesse envolvido pela garrafa, porque no vácuo não existe matéria, que possa ceder energia ao gás, para que ele se expanda.

C) O gás se expande normalmente. (não creio)

1- um gás sempre ocupa todo o volume disponível, aumente a garrafa e o gás a ocupará toda.

2- um gás se expande da alta para a baixa pressão: a pressão interna é maior que a do vácuo.


Dionísio
Membro Regular
Membro Regular

Mensagens : 71

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Equivalência da Energia

Mensagem por Bosco em 7th Fevereiro 2015, 01:00

Dionisio, é um grande prazer vê-lo aqui, de volta.
Senti falta da sua presença, do seu conhecimento, e das suas críticas sempre muito oportunas.
Espero não tê-lo aborrecido com alguma das minhas colocações.
Tenho vários assuntos para apresentá-lo, e saber seu parecer.
Quanto a este post que você comentou agora, penso que fostes precipitado na resposta, pense bem...
Se você aumenta o volume de uma garrafa qualquer que contenha gás sob pressão, ela automaticamente resfria, porque doa calor para o gás expandir-se internamente. Porém, em se tratando de uma garrafa ideal (de massa nula), que não possui calor para ceder, então o gás, nesta condição hipotética, não tem condições para dilatar ou expandir-se. Este é o argumento central da questão.

_________________
É mais fácil construir um universo associando efeitos, do que reunindo "substâncias".

Bosco
Membro Ativo
Membro Ativo

Mensagens : 425

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum