Física2100
Olá visitante!

Por favor, faça login ou crie uma conta se ainda não estiver registado.

Na íntegra a palestra de Stephen Hawking

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Na íntegra a palestra de Stephen Hawking

Mensagem por Bosco em 30th Maio 2014, 14:07

Jonas, se a gravidade dentro de uma esfera oca fosse zero, então poderíamos transformá-la num laboratório barato de treinamento de astronautas, ou num parque de diversões para aqueles que gostam de flutuar.

_________________
A Física é um templo erguido graças ao ceticismo do método científico, que sistematicamente rejeita e contraria a fé

Bosco
Membro Ativo
Membro Ativo

Mensagens : 475

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Na íntegra a palestra de Stephen Hawking

Mensagem por Jonas Paulo Negreiros em 30th Maio 2014, 16:41

Bosco escreveu:Jonas, se a gravidade dentro de uma esfera oca fosse zero, então poderíamos transformá-la num laboratório barato de treinamento de astronautas, ou num parque de diversões para aqueles que gostam de flutuar.

Bosco,
Não se esqueça que uma esfera oca deve estar distante de qualquer astro, a fim de não sofrer "indução gravitacional" de nenhum deles.
avatar
Jonas Paulo Negreiros
Físico Profissional
Físico Profissional

Mensagens : 1776
Idade : 64
Localização : Jundiaí, São Paulo - Brasil

http://sbtvd.anadigi.zip.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Na íntegra a palestra de Stephen Hawking

Mensagem por Bosco em 30th Maio 2014, 16:55

Jonas Paulo Negreiros escreveu:Não se esqueça que uma esfera oca deve estar distante de qualquer astro, a fim de não sofrer "indução gravitacional" de nenhum deles.

Num local longe de tudo, o espaço já é plano, com e sem esfera. Não faz diferença.

O que acontece, é que a geometria da esfera oca, equilibra as forças do campo gravitacional geradas pela sua parede, sobre o objeto colocado no seu interior, mas não anula o campo gravital desta esfera.

Isto acontece da mesma forma que um objeto colocado entre a Terra e a Lua, numa posição estratégica, capaz de equalizar as forças. Este objeto fica equilibrado, mas os campos da Terra e da Lua não são anulados, pois continuam presentes e atuantes.

_________________
A Física é um templo erguido graças ao ceticismo do método científico, que sistematicamente rejeita e contraria a fé

Bosco
Membro Ativo
Membro Ativo

Mensagens : 475

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Na íntegra a palestra de Stephen Hawking

Mensagem por casasanta em 30th Maio 2014, 18:58

Primeiramente, concordo com o Bosco e discordo do Dionísio, do Jonas e de todas as informações de todos esses links apresentados pelo Dionísio, que diz respeito ao tecido do espaço do interior da casca, pois, a meu ver, não é de gravidade nula por ser espaço plano.

(Vamos esquecer-nos de curvas de outras massas influenciando o interior da casca. Vamos falar da influência que a casca proporciona no espaço do interior da casca, e só.)

Imagine um cone de boca para baixo (tipo uma pirâmide circular). Esta é a representação da curva do espaço no interior da casca. Claro que para tornar a curva ideal, devemos tê-la em mente de forma tridimensional, parecendo com uma esfera que tem menor tensão de curvas no centro e maior nas bordas (superfície). Digamos que seja o contrário do clássico lençol com a bola de chumbo no centro.

Dentro da casca, o objeto deve estar exatamente no centro (e só lá) para não sentir atração pela casca. Mas, deslocando-se um pouco do centro, tem-se a atração que força o objeto continuar seguindo o afastamento do centro até se chocar com o ponto da casca correspondente à direção inicial. Nesta “queda”, o objeto “cai” na parede interna da casca, e ali, o objeto vê o local da casca onde ele está como sendo “o chão”.

Uma pessoa neste centro deve se manter ali por pequenos “jatos propulsores” para não cair em algum lugar da parede interna da casca. Saindo do centro e “navegando” através de seus propulsores, sentirá mais fortemente atraído pela casca (em direção à parede interna) quanto mais perto da parede da casca estiver. A gravidade nula só existirá no ponto central.

Existe uma matemática fofinha e deliciosa que mostra um espaço PLANO (gravidade nula). Mas há o senso contra isso. “Se um objeto está a um centímetro de distância da parede da casca, e essa casca for sólida como a Terra, com 1000 km de espessura e 15.000 km de diâmetro, ele (o objeto) se manterá a um centímetro da parede interna da casca, como se estivesse “levitando”? Pois, um local tão próximo de uma parede tão espessa, não proporciona atração maior em tal objeto para tal ponto de proximidade que há para qualquer outro ponto da parede interna?

***********************************

Bosco escreveu:
casasanta escreveu:...as minhas intenções foram de esclarecer para os que ainda não tinham entendido os princípios físicos que sustentam o pensamento teórico do Bosco.Infelizmente para o Bosco, (e creio que ele já considera isso), eu discordo da velocidade da luz ser o limite da velocidade de escape. E isso impõe, entre nossas linhas de pensamentos, muitos pontos em desacordos.
Infelizmente para mim, não, infelizmente para você Casasanta, que terá então a provavelmente, impossível tarefa, de provar que Einstein está equivocado.

Bosco. Um objeto com o tempo próprio (quase) "zerado", que é a condição do objeto estar (quase) na velocidade da luz, ou, segundo o que afirma sua teoria, estar (quase) no HE, não significa que tal objeto (quase) não se mova pelo espaço. Isto é; em um objeto que atinge a velocidade da luz, vemos (medimos) que o tempo dele se torna zero, mas vemos (medimos) que a velocidade de 300.000 Km/s continua acontecendo. O movimento do objeto pelo espaço, medido pelo observador (nós) não para porque o tempo do objeto parou.

Do mesmo modo, atingindo a curva espacial de um HE o tempo se torna zero, mas ele continua caindo no BN, passando o HE sem dificuldades, atingindo a massa do astro (que se localiza no centro da esfera determinada pelo HE), mas, nessa queda, o objeto não ultrapassa a velocidade da luz.

O tempo (quase) zero é medido por um observador que testemunha a velocidade do objeto. Este observador não verá o objeto (quase) parar no espaço quando ele (quase) atingir a velocidade da luz.

A velocidade do objeto sempre estará (quase) na velocidade da luz e o tempo do objeto (quase) zerado.

Essa sua afirmação de que os objetos que caem em BNs pairam fora do HE não tem coerência com os princípios da TRR e da TRG.

Houve um comentário na palestra de Stephen Hawking sobre a matéria pairar e se alojar próximo e fora do HE, impedidos de passar o HE devido o tempo do objeto atingir o inevitável “zeramento” em tal localidade (no HE), mas foi um comentário com o formato de uma idéia alternativa entre outras diferentes que já existem por aí.

Bosco. Uma nave que atinge os 240.000 Km/s (86,6% de c) tem seu tempo medido com a metade do fluxo e sua velocidade é medida como metade da velocidade (120.000 KM\s)?

Ou a velocidade da nave continua sendo medida como sendo de 240.000 Km/s?

O tempo dilatado do objeto em movimento se refere somente ao tempo de funcionamento do corpo do objeto em si (relógio, química, átomos). O movimento dele no espaço é o que promove a dilatação do tempo do objeto.

A observação do objeto (do astronauta) “É OUTROS QUINHENTOS”.


Última edição por casasanta em 30th Maio 2014, 20:02, editado 1 vez(es)
avatar
casasanta
Membro Ativo
Membro Ativo

Mensagens : 326
Idade : 53
Localização : Bauru, SP

https://sites.google.com/site/wagnerrcfisica/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Na íntegra a palestra de Stephen Hawking

Mensagem por casasanta em 30th Maio 2014, 19:45

RETIFICANDO o que eu disse:

Casasanta escreveu:Do mesmo modo, atingindo a curva espacial de um HE o tempo se torna zero, mas ele continua caindo no BN, passando o HE sem dificuldades, atingindo a massa do astro (que se localiza no centro da esfera determinada pelo HE), mas, nessa queda, o objeto não ultrapassa a velocidade da luz.

Quando um objeto atinge o HE o tempo dele não zera (medido por um observador de longe e no mesmo referencial do BN), pois o objeto não atinge a velocidade da luz, e a curvatura do espaço em tal local não se encontra no limite. Aliás, só enxergamos os BNs como uma imagem que tem uma delineação de limite visual porque a própria imagem que recebemos é graças à luz que encontra resistência para chegar aqui. Pois, na verdade, no espaço em torno da esfera de massa hipermassiva de um BN não tem nenhum "aparativo especial" que caracterize tal localidade (HE) como sendo palco onde se mantém eventos especiais de luzes, matéria ou qualquer energia, em relação ao que acontece em outras localidades das imediações.

Em resumo do que foi dito; o HE que é observado em BN é "ilusório" aos olhos por se tratar de uma limitação daquilo que forma a imagem observada (luz).
avatar
casasanta
Membro Ativo
Membro Ativo

Mensagens : 326
Idade : 53
Localização : Bauru, SP

https://sites.google.com/site/wagnerrcfisica/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Na íntegra a palestra de Stephen Hawking

Mensagem por Bosco em 30th Maio 2014, 23:20

Casasanta escreveu:Dentro da casca, o objeto deve estar exatamente no centro (e só lá) para não sentir atração pela casca. Mas, deslocando-se um pouco do centro, tem-se a atração que força o objeto continuar seguindo o afastamento do centro até se chocar com o ponto da casca correspondente à direção inicial. Nesta “queda”, o objeto “cai” na parede interna da casca, e ali, o objeto vê o local da casca onde ele está como sendo “o chão”.
Casasanta, isto que você acaba de dizer é ingênuo e totalmente errado.
A gravidade da casca não consegue influenciar um objeto em seu interior, de forma alguma, e independente da posição deste objeto, se mais ao centro , ou mais para a borda. Este problema é clássico, e foi primeira e sabiamente resolvido por Newton.
Veja a solução aqui

Você fez muitas afirmações, terei que comentar aos poucos.

_________________
A Física é um templo erguido graças ao ceticismo do método científico, que sistematicamente rejeita e contraria a fé

Bosco
Membro Ativo
Membro Ativo

Mensagens : 475

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Na íntegra a palestra de Stephen Hawking

Mensagem por Jonas Paulo Negreiros em 31st Maio 2014, 11:11

Bosco escreveu:
Casasanta escreveu:Dentro da casca, o objeto deve estar exatamente no centro (e só lá) para não sentir atração pela casca. Mas, deslocando-se um pouco do centro, tem-se a atração que força o objeto continuar seguindo o afastamento do centro até se chocar com o ponto da casca correspondente à direção inicial. Nesta “queda”, o objeto “cai” na parede interna da casca, e ali, o objeto vê o local da casca onde ele está como sendo “o chão”.
Casasanta, isto que você acaba de dizer é ingênuo e totalmente errado.
A gravidade da casca não consegue influenciar um objeto em seu interior, de forma alguma, e independente da posição deste objeto, se mais ao centro , ou mais para a borda. Este problema é clássico, e foi primeira e sabiamente resolvido por Newton.
Veja a solução aqui

Você fez muitas afirmações, terei que comentar aos poucos.

Pensava exatamente da mesma forma que o colega Casasanta. Quem me corrigiu foi o prof. André Martins.

A resultante de forças de uma partícula dentro da casca é sempre a mesma, isto é: ZERO. Não importa a posição da partícula. Ah, Newton, se não fosse a sua matemática Rolling Eyes ...

De qualquer maneira, seguindo o mesmo raciocínio, se fizermos um buraco esférico bem no centro da Terra, a Terra deverá se comportar exatamente como a casca. Como ficaria a pressão no centro da Terra?
Ponto para a gravidade radial  cheers   cheers  cheers !
avatar
Jonas Paulo Negreiros
Físico Profissional
Físico Profissional

Mensagens : 1776
Idade : 64
Localização : Jundiaí, São Paulo - Brasil

http://sbtvd.anadigi.zip.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Na íntegra a palestra de Stephen Hawking

Mensagem por casasanta em 1st Junho 2014, 00:46

Essa matemática é considerada uma prova cabal dessa afirmação?

Numa hipotética casca com densidade igual a da Terra, com o diâmetro igual ao diâmetro do sistema solar, e de espessura equivalente a várias UA um objeto de tamanho e peso de uma pessoa normal está a um centímetro de distância da parede interna da casca.

Não existe interação gravitacional entre o objeto e a casca?

avatar
casasanta
Membro Ativo
Membro Ativo

Mensagens : 326
Idade : 53
Localização : Bauru, SP

https://sites.google.com/site/wagnerrcfisica/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Na íntegra a palestra de Stephen Hawking

Mensagem por casasanta em 1st Junho 2014, 01:37

Eu não acredito nesta gravidade zero. Eu acredito "piamente" que o tecido espaço-tempo no interior da casca seja o inverso da gravidade externa. Isto é; um cone com a ponta para cima.

Tudo; "as páginas que o Dionísio indicou e outras que encontrei, e suas convicções"; levam-me a acreditar que existe um imenso equívoco por parte de editores, ou professores, que entenderam mal sobre as referências mencionadas, daquilo que não age gravitacionalmente.

Seria, neste caso, mais aceitável a notícia de que um objeto fora da casca seja atraído pela casca como se toda a massa da casca estivesse no centro, mas nenhuma parte do espaço do interior da casca atrai o objeto, sendo ele (o espaço interno) com influência zero de gravidade para com o objeto.

Resumindo; Embora a força de atração aja indicando que a ela própria esteja no centro da casca, nenhuma força gravitacional (zero) atua no objeto, vinda do interior da casca.

Vou pesquisar e hei de encontrar o que preciso para provar-lhes o que eu digo.
avatar
casasanta
Membro Ativo
Membro Ativo

Mensagens : 326
Idade : 53
Localização : Bauru, SP

https://sites.google.com/site/wagnerrcfisica/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Na íntegra a palestra de Stephen Hawking

Mensagem por Bosco em 1st Junho 2014, 02:33

casasanta escreveu:Essa matemática é considerada uma prova cabal dessa afirmação?

Numa hipotética casca com densidade igual a da Terra, com o diâmetro igual ao diâmetro do sistema solar, e de espessura equivalente a várias UA um objeto de tamanho e peso de uma pessoa normal está a um centímetro de distância da parede interna da casca.

Não existe interação gravitacional entre o objeto e a casca?


Se você considerar que o restante desta casca que você citou, embora mais distante, reúne muito mais massa, verá com isto que ela é capaz de anular a força da parte mais próxima.

Hoje, já havia dito ao Jonas, para facilitar a compreensão, que este caso da casca é parecido com aquele, onde um objeto é colocado estrategicamente entre a Terra e a Lua, de forma que as forças gravitacionais sobre ele se anulam. Perceba que aqui, os campos gravitacionais não foram anulados, apenas as suas forças, por serem iguais e opostas. De igual forma, dentro da casca os campos gravitacionais estão presentes, mas não tracionam o objeto que se acha no interior dela.


_________________
A Física é um templo erguido graças ao ceticismo do método científico, que sistematicamente rejeita e contraria a fé

Bosco
Membro Ativo
Membro Ativo

Mensagens : 475

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Na íntegra a palestra de Stephen Hawking

Mensagem por Bosco em 20th Junho 2014, 00:09

Dionísio escreveu:O campo gravitacional no interior de uma esfera ôca (casca esférica) é nulo.
Dionisio, lhe agradeço por ter publicado este tópico "sobre buracos negros". Tem me feito refletir muito.
Apesar de seu aparente afastamento, gostaria que retomasse, pois preciso trocar algumas idéias sobre sua frase acima.
Se a aceleração da gravidade é a forma que temos para identificar a presença de um campo gravitacional, e se constatamos que esta aceleração e portanto o campo devido à casca, são nulos em seu interior, então esta casca deveria pesar menos e ter menos inércia, quando dividida em duas partes mantidas separadas. Mas isto, sabemos, não pode ocorrer.
Entende minha colocação?

_________________
A Física é um templo erguido graças ao ceticismo do método científico, que sistematicamente rejeita e contraria a fé

Bosco
Membro Ativo
Membro Ativo

Mensagens : 475

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Na íntegra a palestra de Stephen Hawking

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum