Física2100
Olá visitante!

Por favor, faça login ou crie uma conta se ainda não estiver registado.

O tempo do fóton

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

O tempo do fóton

Mensagem por Jonas Paulo Negreiros em 23rd Junho 2014, 17:00

A velocidade da luz é a mesma para qualquer referencial inercial.

Qualquer corpo que atinge a velocidade da luz tem seu tempo de pulsação congelado.

Se um campo elétrico dá origem a um campo magnético e vice-versa, provavelmente a transmutação do carater de campo deve demandar algum tempo.

Logo, por que um fóton não é congelado?


Última edição por Jonas Paulo Negreiros em 3rd Julho 2014, 11:09, editado 1 vez(es)
avatar
Jonas Paulo Negreiros
Físico Profissional
Físico Profissional

Mensagens : 1749
Idade : 63
Localização : Jundiaí, São Paulo - Brasil

http://sbtvd.anadigi.zip.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O tempo do fóton

Mensagem por Jonas Paulo Negreiros em 3rd Julho 2014, 11:09

Como admitir a relatividade do tempo quando aceitamos sem resistência o conceito da eternidade?

Como admitir um limite de velocidade quando aceitamos sem resistência o conceito do infinito?

_________________
Gráviton, onde tu estás que não te encontro Razz ?
avatar
Jonas Paulo Negreiros
Físico Profissional
Físico Profissional

Mensagens : 1749
Idade : 63
Localização : Jundiaí, São Paulo - Brasil

http://sbtvd.anadigi.zip.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O tempo do fóton

Mensagem por Bosco em 3rd Julho 2014, 16:08

Jonas Paulo Negreiros escreveu:Como admitir a relatividade do tempo quando aceitamos sem resistência o conceito da eternidade?
Simples, um relógio anda mais rápido que outro, mas ambos podem cronometrar eternamente.

Considere sobretudo que alguém pode contar os números pares naturais, enquanto alguém conta os números inteiros.
Nos dois casos a contagem parte do zero rumo ao infinito. Embora os dois conjuntos sejam diferentes entre si, esta contagem caminha em direção ao infinito, eternamente,  sem nenhum problema.

Jonas Paulo Negreiros escreveu:Como admitir um limite de velocidade quando aceitamos sem resistência o conceito do infinito?
Simples, uma nave pode ser lenta, mas pode estar caminhando  rumo ao infinito, eternamente.

_________________
É mais fácil construir um universo associando efeitos, do que reunindo "substâncias".

Bosco
Membro Ativo
Membro Ativo

Mensagens : 469

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O tempo do fóton

Mensagem por Jonas Paulo Negreiros em 3rd Julho 2014, 16:49

Pois é Bosco,

Difícil é entender por que o fóton não congela o próprio tempo...
Talvez seja por isso que nem o fóton viaje à velocidade "C".
avatar
Jonas Paulo Negreiros
Físico Profissional
Físico Profissional

Mensagens : 1749
Idade : 63
Localização : Jundiaí, São Paulo - Brasil

http://sbtvd.anadigi.zip.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O tempo do fóton

Mensagem por Jonas Paulo Negreiros em 7th Julho 2014, 08:56

Sobre o atraso da luz da supernova 1987A (e provavelmente pela vitória dos neutrinos sobre os fótons no acelerador do CERN), há uma explicação contraditória para o problema:



Franson analisou justamente a diferença de velocidade entre neutrinos e fótons detectados na famosa supernova SN 1987A - detectada em 1987, esta foi a primeira supernova a ser observada a olho nu em 383 anos.

Ocorreu que os instrumentos indicaram que os neutrinos emitidos pela explosão cósmica chegaram à Terra 4,7 horas antes que os fótons, algo totalmente inesperado e em desacordo com as leis da física.

A saída mais fácil foi concluir que os neutrinos vieram da SN 1987A, mas os fótons devem ter vindo de algum outro lugar.

Polarização do vácuo

Franson argumenta que essa saída pouco elegante é desnecessária porque os fótons podem ter tido sua velocidade reduzida no caminho devido a um fenômeno conhecido como polarização do vácuo, um processo no qual um fóton se divide em um elétron e um pósitron, a versão de antimatéria do elétron.


A polarização do vácuo é um fenômeno bem conhecido pela teoria quântica dos campos, que sabe também que essa separação do fóton em elétron e pósitron dura muito pouco, com os dois recombinando-se novamente em um fóton, que prossegue sua viagem.

Franson argumenta que isso deve criar um diferencial gravitacional entre o par de partículas durante os momentos de separação do fóton. Se for verdade, há um pequeno impacto de energia quando os dois se recombinam - pequeno, mas o suficiente para retardar ligeiramente o fóton.

Repito um importante parágrafo da citação:

"A polarização do vácuo é um fenômeno bem conhecido pela teoria quântica dos campos, que sabe também que essa separação do fóton em elétron e pósitron dura muito pouco, com os dois recombinando-se novamente em um fóton, que prossegue sua viagem."


Dura como?! Dura quanto?

Na velocidade do trajeto do fóton, o tempo não se congela?
Bem, é sabido que na mecânica quântica não há lugar para a gravidade.
Talvez, nem para Einstein  Razz  ...


fonte:
http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=velocidade-luz-menor&id=010130140704#.U7bpt5RdVA0
avatar
Jonas Paulo Negreiros
Físico Profissional
Físico Profissional

Mensagens : 1749
Idade : 63
Localização : Jundiaí, São Paulo - Brasil

http://sbtvd.anadigi.zip.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum