Física2100
Olá visitante!

Por favor, faça login ou crie uma conta se ainda não estiver registado.

A quem interessa a relatividade?

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A quem interessa a relatividade?

Mensagem por Jonas Paulo Negreiros em 7th Fevereiro 2015, 09:37



Elementos para a composição de uma teoria de conspiração.

1 - Se Lord Kelvin estivesse certo, a física teria terminado no final do século 19. Uma conseqüência imediata: os físicos perderiam seus empregos.

2 - A Teoria da Relatividade é uma polêmica que se arrasta há 100 anos.

Consequências a longo prazo:

a) A controvérsia atrai a atenção das pessoas. O debate sobre a Relatividade mantém vivo o interesse pela física. Mais pessoas decidem fazer cursos de física. Quem ganha com isso são as empresas (em particular os bancos), porque físicos são capazes de realizar muitas atividades intelectuais.

b) Aquele que pensa que entendeu a Relatividade sente-se como se fosse uma inteligência superior.

c) Quem não consegue entender a Relatividade se sente inferiorizado ou acredita que esta questão só pode ser tratada entre as pessoas loucas.

d) Se tudo é relativo, a verdade é só uma questão de ponto de vista.

3 - Outros interesses

A busca incessante pelo cumprimento da Teoria da Relatividade consome o dinheiro dos contribuintes. Experimentos Relativistas movem a indústria científica e de defesa.
avatar
Jonas Paulo Negreiros
Físico Profissional
Físico Profissional

Mensagens : 1758
Idade : 63
Localização : Jundiaí, São Paulo - Brasil

http://sbtvd.anadigi.zip.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A quem interessa a relatividade?

Mensagem por Bosco em 7th Fevereiro 2015, 21:57

Jonas, cada um dos itens do seu post contém ao menos uma falácia. Seu post é uma falácia generalizada.
Todas as suas críticas neste caso, não têm nenhum fundamento, não correspondem com a realidade, nem com a lógica.
Se preciso for, eu comento cada falácia, mas acho desnecessário.
Eu sei que você insiste em derrotar Einstein e sua Relatividade num único ato (você, eu e a torcida do Corinthians), aconselho, apenas porque é óbvio, a encontrar só uma pequena falha nesta teoria genial, e isto já seria um feito memorável, mesmo porque, você se tornaria o único a fazê-lo, já que até agora, cem anos depois, ninguém conseguiu esta façanha.

_________________
É mais fácil construir um universo associando efeitos, do que reunindo "substâncias".

Bosco
Membro Ativo
Membro Ativo

Mensagens : 470

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A quem interessa a relatividade?

Mensagem por Carlos Costa em 7th Fevereiro 2015, 22:23

A Teoria da Relatividade é uma das teorias mais bem sucedidas da Física. Na minha opinião, Einstein fez um bom trabalho ao desenvolver essa teoria.

Carlos Costa
Administrador

Mensagens : 2172
Idade : 34
Localização : Porto, Portugal

http://torredebabel.blogs.sapo.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A quem interessa a relatividade?

Mensagem por Jonas Paulo Negreiros em 7th Fevereiro 2015, 23:05

Carlos Costa escreveu:A Teoria da Relatividade é uma das teorias mais bem sucedidas da Física. Na minha opinião, Einstein fez um bom trabalho ao desenvolver essa teoria.

Carlos,
Newton fez melhor, duzentos  e tantos anos antes da publicação da TRR e TRG.

Eu sei que você insiste em derrotar Einstein e sua Relatividade num único ato (você, eu e a torcida do Corinthians), aconselho, apenas porque é óbvio, a encontrar só uma pequena falha nesta teoria genial, e isto já seria um feito memorável, mesmo porque, você se tornaria o único a fazê-lo, já que até agora, cem anos depois, ninguém conseguiu esta façanha.

Bosco,

Fiz algumas postagens sobre a possibilidade de testar a simultaneidade do tempo no "Physicis Forums".

link:
https://www.physicsforums.com/threads/belt-paradox.524220/

Comecei apresentando um experimento mental com uma correia perfurada em movimento. Depois, apresentei outro experimento com um esquema com LASER e espelhos, a fim de provocar o fenômeno de onda estacionária em uma longa distância. A ideia era a de provar que todos os ventres da onda ao longo do sistema vibram em perfeito sincronismo.

O post foi sumariamente fechado, sem a possibilidade de discussões com parceiros altamente qualificados, pelo conhecimento de matemática que eu não tenho.

Por umas e outras, acabei sendo expulso do forum.
Acho que encontrei sinais suficientes para desconfiar da TRR e TRG  Mad .
Minha esperança recai sobre o estranho comportamento dos neutrinos.
Espero viver até o dia em que esta ínfima partícula irá demolir a TRR e TRG completamente.
avatar
Jonas Paulo Negreiros
Físico Profissional
Físico Profissional

Mensagens : 1758
Idade : 63
Localização : Jundiaí, São Paulo - Brasil

http://sbtvd.anadigi.zip.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A quem interessa a relatividade?

Mensagem por Bosco em 8th Fevereiro 2015, 00:18

Quem disse primeiramente que o tempo não era absoluto, foi Lorentz, através das transformações matemáticas que receberam seu nome. Portanto esta sua crítica deveria recair sobre Lorentz e não sobre Einstein.
Não me lembro, você foi expulso do extinto Fórum do IFUFF?

_________________
É mais fácil construir um universo associando efeitos, do que reunindo "substâncias".

Bosco
Membro Ativo
Membro Ativo

Mensagens : 470

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A quem interessa a relatividade?

Mensagem por Jonas Paulo Negreiros em 8th Fevereiro 2015, 08:58

Bosco escreveu:Quem disse primeiramente que o tempo não era absoluto, foi Lorentz, através das transformações matemáticas que receberam seu nome. Portanto esta sua crítica deveria recair sobre Lorentz e não sobre Einstein.

Bosco,
Obrigado pela correção. Havia uma divergência entre Lorentz e Einstein.
Lorentz, mestre de Einstein, acreditava piamente na existência do éter, enquanto seu discípulo não encontrou provas para sustentá-lo. O mestre e o discípulo fizeram as pazes quando Einstein declarou que sua teoria "apenas relativizou o éter". Perceba que há crenças em jogo.

Não me lembro, você foi expulso do extinto Fórum do IFUFF?

O excelente Fórum do Instituto de Física da Universidade Fluminense nunca expulsou ninguém.
O fim do fórum fluminense é um mistério, algo que dá abertura a especulações.
A administração alegou falta de tempo (talvez verbas), mas acho que a ala anti-relativista pode ter incomodado seus patrocinadores. Afinal, fórum é um lugar adequado para discussões ou doutrinamento?

Sobre falácias...

É dever do filósofo interpretar o pensamento preponderante em seu tempo.
O absolutismo newtoniano, por exemplo, serviu muito bem aos interesses do Império Britânico.
A relatividade, pensamento majoritário do século XX, se afina com o discurso do lobo ao carneiro.

Se você gosta de filosofia, acompanhe este debate da Relatividade no GSJ Phisics Forums:

http://www.network54.com/Forum/304711/thread/1423301375/last-1423320860/Who+cares+Relativity-

e

http://www.network54.com/Forum/304711/thread/1423337042/last-1423368442/Einstein%2C+Relativity%2C+and+Relativism

Seja franco, Bosco:
Existe lógica na relatividade do tempo?
Cuidado! Lógica e matemática não são exatamente a mesma coisa...
avatar
Jonas Paulo Negreiros
Físico Profissional
Físico Profissional

Mensagens : 1758
Idade : 63
Localização : Jundiaí, São Paulo - Brasil

http://sbtvd.anadigi.zip.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A quem interessa a relatividade?

Mensagem por Bosco em 8th Fevereiro 2015, 21:04

Se o tempo fosse absoluto, poderia haver movimento absoluto, e isto iria contrariar o princípio de relatividade de Galileu primeiramente, e não Einstein, que apenas generalizou este princípio incluindo nele o fenômeno luminoso, devidamente descrito por Maxwell.
A filosofia se faz exclusivamente sobre a lógica, e a matemática é apenas uma ferramenta eficiente à disposição da lógica.

_________________
É mais fácil construir um universo associando efeitos, do que reunindo "substâncias".

Bosco
Membro Ativo
Membro Ativo

Mensagens : 470

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A quem interessa a relatividade?

Mensagem por Jonas Paulo Negreiros em 9th Fevereiro 2015, 07:52

Bosco escreveu:Se o tempo fosse absoluto, poderia haver movimento absoluto, e isto iria contrariar o princípio de relatividade de Galileu primeiramente, e não Einstein, que apenas generalizou este princípio incluindo nele o fenômeno luminoso, devidamente descrito por Maxwell.

Se a Teoria do Big-Bang for consistente, tudo partiu de um único ponto. Logo, todos os corpos em movimento tem um referencial absoluto.

Por que a necessidade de incluir o fenômeno luminoso à relatividade? Até hoje não entendi isso!
O fenômeno acústico não faz o mesmo efeito? Por que o efeito Doppler é interpretado de formas diferentes para a luz e o som?

Bosco escreveu:A filosofia se faz exclusivamente sobre a lógica, e a matemática é apenas uma ferramenta eficiente à disposição da lógica.

A sabedoria faz parte da filosofia?

No meu entendimento, a matemática é uma linguagem muito especial. Mas, tal como num discurso, a matemática pode ser levada para onde você quiser.

Alguns exemplos:

No passado, cálculos matemáticos demonstravam que seria impossível uma máquina voar.
Recentemente, engenheiros descobriram que os cálculos estruturais usados em projetos de asas de aviões estavam errados.

Falácia, de novo? Falando em erros, dê uma olhada nesta página:

The First Test That Proves General Theory of Relativity Wrong

http://archive.news.softpedia.com/news/The-First-Test-That-Proves-General-Theory-of-Relativity-Wrong-20259.shtml

Procurei algo sobre a identidade dos cientistas, encontrei esse documento:

http://arxiv.org/ftp/gr-qc/papers/0607/0607086.pdf
avatar
Jonas Paulo Negreiros
Físico Profissional
Físico Profissional

Mensagens : 1758
Idade : 63
Localização : Jundiaí, São Paulo - Brasil

http://sbtvd.anadigi.zip.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A quem interessa a relatividade?

Mensagem por Bosco em 9th Fevereiro 2015, 21:37

Jonas Paulo Negreiros escreveu:Se a Teoria do Big-Bang for consistente, tudo partiu de um único ponto. Logo, todos os corpos em movimento tem um referencial absoluto.
Não, esta origem continua sendo um referencial relativo. Quem garante que esta posição está em repouso absoluto?

Jonas Paulo Negreiros escreveu:Por que a necessidade de incluir o fenômeno luminoso à relatividade? Até hoje não entendi isso!
O fenômeno acústico não faz o mesmo efeito? Por que o efeito Doppler é interpretado de formas diferentes para a luz e o som?  
Quando Galileu criou seu princípio de relatividade, ele nos fez compreender que um observador enclausurado num laboratório é incapaz de discernir sobre as condições de movimento (MRU), deste ambiente fechado, e mesmo que nele se abra uma janela, este observador, ao ver objetos externos em MRU, conclui que não há experiência capaz de identificar estes movimentos de forma absoluta.
Porém, mais de dois séculos depois, Maxwell determinou que a velocidade da luz era C, mas ele não sabia relacionar este valor com qualquer referencial. Foi aí que o éter ganhou força, e com isto, suposições o elegiam como o meio em repouso absoluto que poderia transportar a luz à velocidade constante C.
Se assim fosse, o uso de raios de luz (laser) dentro do laboratório de Galileu, poderiam, apoiados no éter, indicar em que sentido, e com qual velocidade, o observador e seu laboratório se deslocavam. Esta possibilidade iria derrubar o principio de Galileu.
Einstein preferiu acreditar em Galileu, e duvidar que a luz pudesse contrariar o tal princípio.
Encontrou a solução postulando que a luz estivesse sempre à velocidade C, independente do movimento da fonte, e para que isto ocorra, basta que os tempos e os comprimentos medidos entre dois ou mais referenciais em MRU, tenham seus valores dependentes, e determinados por esta velocidade relativa, conforme havia sugerido Lorentz, criador do fator que permite calcular tais valores, e das transformações que levam o seu nome.  Perceba que Einstein nunca afirmou que o éter não existia, ele apenas disse que havia conseguido uma teoria consistente, sem fazer uso de um éter com propriedades especiais.

Jonas Paulo Negreiros escreveu:A sabedoria faz parte da filosofia?
A sabedoria é resultado do uso adequado da filosofia, mesmo que o sábio nunca tenha ouvido falar sobre ela.
Por outro lado, a incoerência resulta do uso inadequado da filosofia.

Jonas Paulo Negreiros escreveu:No meu entendimento, a matemática é uma linguagem muito especial. Mas, tal como num discurso, a matemática pode ser levada para onde você quiser.
A matemática tem que ser coerente para ser válida, porém nenhum recurso da matemática é suficientemente competente para afirmar que uma teoria, qualquer que seja, esteja correta. Não fosse assim, a Relatividade e todas as teorias da física só precisariam passar uma vez por este conceito ou crivo, para serem consideradas válidas ou não.
A matemática é poderosa, mas não passa de mera ferramenta. A filosofia é bem mais ampla,
mas mesmo assim, ela só consegue afirmar que uma teoria está errada, e jamais conseguirá recursos para afirmar que tal teoria esteja correta.

Jonas Paulo Negreiros escreveu:No passado, cálculos matemáticos demonstravam que seria impossível uma máquina voar.
Recentemente, engenheiros descobriram que os cálculos estruturais usados em projetos de asas de aviões estavam errados.
Os erros do passado mostram que precisamos ser cautelosos, justamente porque ninguém é capaz de afirmar que uma teoria é correta e abrangente.

_________________
É mais fácil construir um universo associando efeitos, do que reunindo "substâncias".

Bosco
Membro Ativo
Membro Ativo

Mensagens : 470

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A quem interessa a relatividade?

Mensagem por Jonas Paulo Negreiros em 10th Fevereiro 2015, 06:37

Bosco, muito obrigado pelas suas explicações!

Bosco escreveu:
Jonas Paulo Negreiros escreveu:Se a Teoria do Big-Bang for consistente, tudo partiu de um único ponto. Logo, todos os corpos em movimento tem um referencial absoluto.
Não, esta origem continua sendo um referencial relativo. Quem garante que esta posição está em repouso absoluto?

Bem... Se a hipótese do Big-Bang é consistente, a somatória do movimento de todos os corpos é sempre zero... em qualquer momento em que o fenômeno for observado. Num sistema relativo, é necessário observar o ciclo completo dos movimentos de todos os corpos.
Se o Big-Bang não tem volta, o problema do referencial absoluto está razoavelmente resolvido. Seria um quadro de referência (bem ao gosto dos relativistas) em constante expansão.

Sobre a constância da velocidade da luz...

Einstein foi audacioso ou mau-intencionado quando postulou sobre a constância da velocidade da luz, independente de qualquer referencial. Pelas terríveis consequências dessa admissão, seria mais prudente considerar que Maxwell estava errado Razz !


Bem disse Milo Wolff:


Dr. Wolff:
-Oh... Infelizmente... ele [Einstein] viveu sob as consequências [das idéias]... de um... um homem famoso chamado Maxwell. Maxwell... foi o homem que deduziu equações... sobre... ondas de rádio ANTES de elas existirem. Depois disso, outro cara chamado Hertz foi adiante... e descobriu ondas de rádio... Então todo mundo dizia: (gesticula agitado, entusiasmado):

-"Uau, isso é muito bom! Maxwell deve estar certo."

Repórter:
-Por que Maxwell fez uso delas? O que ele assumiu que existia?

Dr. Wolff:
-Ele assumiu que existem campos elétricos e campos magnéticos... e que esses campos por alguma razão, eles escapam das partículas... e eles estão lá. Fora de...à volta de cada partícula. Tal qual um... halo de luz. E quando outra partícula é capturada no... campo de outra partícula, elas interagem, uma em relação à outra... Mas o único problema é que tais campos não reagem nos experimentos dessa maneira. Aparentemente, NÃO HÁ ... campos elétricos e magnéticos. Eles são apenas uma ajuda... matemática. Muito útil, pois dá as respostas certas para os engenheiros... mas esses campos não são reais.

fonte:
http://fisica2100.forumeiros.com/t1052-entrevista-com-o-dr-milo-wolff


Sobre essa polêmica que se arrasta há um século, sugiro a leitura da sequência de postagens do tópico abaixo:

WHERE THE INSTITUTE OF PHYSICS HAS GOT IT WRONG
http://www.network54.com/Forum/304711/thread/1423068662/last-1423541526/WHERE+THE+INSTITUTE+OF+PHYSICS+HAS+GOT+IT+WRONG
avatar
Jonas Paulo Negreiros
Físico Profissional
Físico Profissional

Mensagens : 1758
Idade : 63
Localização : Jundiaí, São Paulo - Brasil

http://sbtvd.anadigi.zip.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A quem interessa a relatividade?

Mensagem por Jonas Paulo Negreiros em 16th Fevereiro 2015, 13:38



Critica à experiência dos relógios atômicos transportados em aviões comerciais, após análise de dados brutos, por Domina Eberle Spencer:

http://www.shaping.ru/congress/english/spenser1/spencer1.asp
avatar
Jonas Paulo Negreiros
Físico Profissional
Físico Profissional

Mensagens : 1758
Idade : 63
Localização : Jundiaí, São Paulo - Brasil

http://sbtvd.anadigi.zip.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A quem interessa a relatividade?

Mensagem por Jonas Paulo Negreiros em 17th Fevereiro 2015, 17:46

Como Einstein morreu errado, falando relativamente.



Um deles é, possivelmente, o maior cientista de todos os tempos e o outro é um físico dissidente de Adelaide.

Mas Reginald Cahill diz que pode provar que Albert Einstein e sua teoria da relatividade de cem anos de idade está errada.

O problema para o professor Cahill é que muitos de seus contemporâneos alinham-se com Einstein.

"Eu tenho sido tratado com total desprezo e hostilidade", disse ele ao [jornal] The Australian. "Isso é uma coisa muito chocante - mas é o que se espera."

Em 2002, o professor Cahill começou a questionar o que ele achava que eram anomalias na teoria de Einstein, nas quais tempo e espaço são relativos.

"Todos [testes] concordaram [entre si]e todos eles foram indicando uma enorme diferença de velocidade em direções diferentes", disse ele. "Quando você descobrir a velocidade da luz é diferente, toda a teoria de Einstein começa a entrar em colapso."

"Nós sabemos agora a velocidade da luz em cerca de 300 mil quilômetros por segundo é relativo ao espaço em si. Antes era sempre em relação ao observador."

O Professor Cahill disse que desbancar as teorias de Einstein iria levar a novas descobertas na física e uma maior compreensão dos fenômenos que ainda não pode ser totalmente explicado. "Há algumas descobertas incríveis que estão sendo feitas", disse ele. "Estamos descobrindo algumas propriedades sobre o espaço que são incríveis."

Estas descobertas incluem a velocidade a que o sistema solar viaja através do espaço e a detecção de ondas gravitacionais.

"A rotação de galáxias sempre foi um problema - nós agora entendemos como elas funciona", disse o professor Cahill.

"A parte exterior de galáxias espirais caminham cerca de 10 vezes mais rápido do que permite a teoria de Einstein, de modo que as pessoas inventaram a matéria escura para explicar a atração gravitacional extra.

"Eles gastaram anos e milhões de dólares para encontrá-la [a matéria escura] - mas ela não existe."

Ao longo dos últimos 100 anos, os físicos têm realizado experimentos para testar se a velocidade da luz é constante. O Professor Cahill diz que eles obtiveram resultados definitivos, mas foram desconsiderados porque eles temiam ser vaiados ao questionar Einstein. "É impressionante que o conceito de física foi construída sobre uma ilusão matemática."

Entretanto, o físico Paul Davies, da Universidade Macquarie e do Centro Australiano de Astrobiologia disse que as teorias da relatividade de Einstein tinham sido testadas, e não havia nenhuma evidência para sugerir que eles estavam erradas.

"Assim como as teorias de Einstein superou a de Newton, um dia a gente poderia esperar de alguém para superar as teorias de Einstein", disse o professor Davies. "Mas, nesta fase, não há nada que sugira isso."

O físico Derek Leinweber, da Universidade de Adelaide, concorda [com Davies].

"Eu não estou ciente de qualquer evidência experimental que sugere Einstein estar errado", disse Leinweber. "Cada medida experimental está de acordo com a premissa de Einstein de que a velocidade da luz é a mesma em todos os quadros."

Mas o apoio para o professor Cahill está crescendo. O Conselho de Pesquisa australiano deu uma doação de US $ 60.000 para sua pesquisa e, a maior do mundo laboratório de física de partículas - CERN, na Suíça - doou US $ 100.000 de fibras ópticas.

http://www.millennium-ark.net/NEWS/05_Sci_Tech/051107.Einstein.wrong.html

http://vixra.org/pdf/1410.0153v2.pdf
avatar
Jonas Paulo Negreiros
Físico Profissional
Físico Profissional

Mensagens : 1758
Idade : 63
Localização : Jundiaí, São Paulo - Brasil

http://sbtvd.anadigi.zip.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A quem interessa a relatividade?

Mensagem por Jonas Paulo Negreiros em 19th Fevereiro 2015, 21:45

Documentário "Einstein Wrong" é barrado nos festivais de documentários.



http://einsteinwrong.com/new/film-festivals-no-scientific-justice/
avatar
Jonas Paulo Negreiros
Físico Profissional
Físico Profissional

Mensagens : 1758
Idade : 63
Localização : Jundiaí, São Paulo - Brasil

http://sbtvd.anadigi.zip.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Exercício intelectual

Mensagem por Dalua em 20th Fevereiro 2015, 13:32

Para alguém de intelecto limitado como eu, a teoria da relatividade se mostra como um poderoso exercício intelectual. Tentar compreende-la significa expandir as potencialidades do cérebro, uma vez que a mesma se mostra transcendente aos sentidos, restringindo-se ao âmbito intelectual e matemático.

Dalua
Iniciante
Iniciante

Mensagens : 40

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A quem interessa a relatividade?

Mensagem por Márcio em 20th Fevereiro 2015, 14:18

Professor Daves.
"Assim como as teorias de Einstein superou a de Newton, um dia a gente poderia esperar de alguém para superar as teorias de Einstein", disse o professor Davies. "Mas, nesta fase, não há nada que sugira isso."

Belo ponto de vista, sempre fico pensando que as coisa já feitas e formuladas na Física, um dia podem ser totalmente desmentidas, mas isso não com dois ou três anos, e sim com décadas de estudos, principalmente estudos recentes, pois a cada dia os experimentos tornam-se cada vez mais precisos. Apesar de ser um acadêmico de Física, dou apoio total ao Professor Davies, e que ele tenha sucesso.

Márcio
Iniciante
Iniciante

Mensagens : 12
Idade : 23
Localização : Tefé-AM

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A quem interessa a relatividade?

Mensagem por Jonas Paulo Negreiros em 20th Fevereiro 2015, 15:01

Dalua escreveu:Para alguém de intelecto limitado como eu, a teoria da relatividade se mostra como um poderoso exercício intelectual. Tentar compreende-la significa expandir as potencialidades do cérebro, uma vez que a mesma se mostra transcendente aos sentidos, restringindo-se ao âmbito intelectual e matemático.

Oi, Dalua!
Bem-vindo ao fórum Fisica2100 !

Passei esses exercícios mentais para este e outros foruns. O meu objetivo era de o provar que o tempo é mesmo em qualquer lugar.

http://fisica2100.forumeiros.com/t1138-interferometros

Espero que goste e dê sua opinião.
avatar
Jonas Paulo Negreiros
Físico Profissional
Físico Profissional

Mensagens : 1758
Idade : 63
Localização : Jundiaí, São Paulo - Brasil

http://sbtvd.anadigi.zip.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A quem interessa a relatividade?

Mensagem por Jonas Paulo Negreiros em 3rd Junho 2017, 14:18

Físicos teóricos produzem modelos "literalmente porque eles podem ganhar dinheiro com ele":

Sabine Hossenfelder: "O problema que ninguém parece querer falar é que, ao invés de tentar encontrar um modelo mínimo que explique os dados e deixá-lo, existem muitas centenas de modelos para a inflação, que quase certamente estão errados porque Eles contêm muitos detalhes que não são suportados por dados. Como os filósofos o possuem, esses modelos são severamente subdeterminados. Os físicos teóricos produzem esses modelos literalmente, porque eles podem ganhar dinheiro com ele. Eles ganham dinheiro com ele, fazendo com que eles sejam publicados e depois Usando as publicações para reivindicar sua pesquisa relevante para que ela seja financiada e eles podem contratar mais postdocumentos para criar mais documentos. É a mesma razão pela qual os teóricos inventam partículas de matéria escura e extensões do modelo padrão. É uma maneira de ganhar a vida " Http://www.math.columbia.edu/~woit/wordpress/?p=9349

Os modelos de físicos teóricos não são construções dedutivas. Assim como o protótipo, a relatividade geral de Einstein, eles não são misturas empíricas, mesmo erradas, capazes de prever qualquer coisa porque seus parâmetros podem ser ajustados "de maneiras aparentemente infinitas":

Sabine Hossenfelder: "Muitos dos meus colegas acreditam que esta floresta de teorias será eventualmente cortada por dados. Mas nos fundamentos da física tornou-se extremamente raro que qualquer modelo seja descartado. A prática aceita é, em vez disso, ajustar o modelo para Que continua a concordar com a falta de apoio empírico ".
Http://www.nature.com.proxy.readcube.com/nphys/journal/v13/n4/full/nphys4079.html

"Então, e sobre a segunda crítica, que a inflação é muito flexível para ser testada? É verdade que, embora a idéia por trás da inflação seja simples, seus parâmetros podem ser ajustados de maneiras aparentemente intermináveis ​​... [...] Em outras palavras, o Os críticos dizem, saem e medem quase qualquer coisa e alguém vai dizer: "ei, isso é evidência da inflação". Teorias que podem prever algo não prevêem nada. A inflação, eles dizem, não é ciência ". Http://nautil.us/issue/48/chaos/the-inflated-debate-over-cosmic-inflation

Por exemplo, os modelos convencionais de matéria escura baseados na relatividade geral "precisam de quatro parâmetros livres para serem ajustados para explicar os dados" (quantos fatores de fudge os conspiradores LIGO necessários para modelar as ondas gravitacionais inexistentes é um mistério profundo):

"Os cálculos de Verlinde se encaixam nas observações do novo estudo sem recorrer a parâmetros livres - essencialmente valores que podem ser ajustados na vontade de fazer a teoria e a observação combinar. Em contraste, diz Brouwer, os modelos convencionais de matéria escura precisam de quatro parâmetros livres para serem ajustados para explicar os dados "

Https://www.newscientist.com/article/2116446-first-test-of-rival-to-einsteins-gravity-kills-off-dark-matter/

Pentcho Valev

fontes

Tradução Automática

https://translate.google.com.br/translate?sl=en&tl=pt&js=y&prev=_t&hl=pt-BR&ie=UTF-8&u=http%3A%2F%2Fwww.network54.com%2FForum%2F304711%2Fthread%2F1496478988%2Flast-1496495353%2FWhy%2BTheoretical%2BPhysicists%2BProduce%2BModels&edit-text=&act=url

Texto Original
http://www.network54.com/Forum/304711/thread/1496478988/last-1496495353/Why+Theoretical+Physicists+Produce+Models




Comentário

Seria melhor enquadrar o trabalho de fisicos teóricos no Departamento de Ficção Científica Razz !

_________________
Gráviton, onde tu estás que não te encontro Razz ?
avatar
Jonas Paulo Negreiros
Físico Profissional
Físico Profissional

Mensagens : 1758
Idade : 63
Localização : Jundiaí, São Paulo - Brasil

http://sbtvd.anadigi.zip.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A quem interessa a relatividade?

Mensagem por Xevious em 5th Junho 2017, 18:52

Bosco escreveu:
Jonas Paulo Negreiros escreveu:Se a Teoria do Big-Bang for consistente, tudo partiu de um único ponto. Logo, todos os corpos em movimento tem um referencial absoluto.
Não, esta origem continua sendo um referencial relativo. Quem garante que esta posição está em repouso absoluto?
A explicação da localização do ponto central, derivada da teoria do BigBang usa a metáfora do balão.

Estando vazio, só existe um único referencial no balão, bem no centro, entre as duas bordas. E vamos colocar dois pontos adjacentes ali.
Ao encher este balão, o ponto se afasta, cria-se um espaço, e os pontos que estavam adjacentes agora estão bem separados.

Retornando para nosso universo, poderíamos dizer que quaisquer pontos referenciais que podemos elencar na nossa atualidade, estavam todos no mesmo ponto no momento do BigBang.

Mas eu não levo tanta fé nisto.
Uma porque duvido que o BigBang teria uma área ínfima, como dizem.
Para mim todo tem limite, inclusive as forças presentes no BigBang primordial.
Portanto esse objeto poderia ter um tamanho bem considerável inclusive.

Mas também tenho outro motivo pra discordar.
Baseado nas minhas conclusões prévias, estou inclinado a acreditar no inicio do universo de forma fria.
Aqui tem uma matéria sobre uma teoria do inicio frio do universo

Nosso universo teria se formado a partir do transbordamento de matéria a partir de um outro universo.
Ou seja, anteriormente havia espaço "aqui" mas não matéria nem energia, portanto na prática, aqui havia nada.
Com o tempo houve o surgimento de partículas esparsas e aglomeração dela que causou oq temos hoje do universo.
Essa conclusão também leva a outra, a de que a formação dos astros não é como acreditamos que seja.
Eles se formariam de dentro para fora, a partir deste vazamento que falei, mas sendo que a matéria apareceria num ponto central do astro.
Compus um tópico com essa teoria Só existem buracos brancos

Sobre a TRG ela é correta certamente em alguns pontos.
Mas em outros ela é "mística" demais..
Afinal Einstein trapaceou na sua formula de expansão da energia, tornando-a um baluarte para a impossibilidade de uma velocidade acima a da luz.
Ou seja, ele tinha uma intuição que estava certo, mas as formulas não podiam ser utilizadas para referenciar sua certeza então ele a modificou.
Fazendo com que em velocidades abaixo a da luz, nas duas formulas, dava tudo igual.
Mas quanto a velocidades acima a da luz, só poderiam gerar valores validos se a velocidade fosse abaixo a da luz.

Também não creio que "C" seja a velocidade da luz.
Creio que a velocidade da luz seja ligeiramente inferior a "C".
Nada no nosso universo atingiria a velocidade "C".

Sobre a expansão do universo, creio que não seja como é normalmente aceita.
Pode até existir, mas num valor menor.
E recentemente se encontrou um fenômeno no espaço que não pode ser compreendido, levando em conta os parâmetros atualmente aceitos.
Levaria a uma conclusão que uma emissão de raio, viajaria a uma velocidade 5x a da luz.
Então ou nossos parâmetros, e inclusive formulas, estão erradas.
Ou temos a missão de compreender esse fenômeno incrível, que é asseguradamente impossível, se levarmos em conta a TRG.
http://hypescience.com/estranho-raio-de-energia-parece-viajar-5-vezes-velocidade-da-luz

Xevious
Físico Amador
Físico Amador

Mensagens : 703

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A quem interessa a relatividade?

Mensagem por Jonas Paulo Negreiros em 18th Junho 2017, 13:04

Conflitos Matemáticos na Teoria Especial da Relatividade
Segunda Edição

Mathematical Conflicts in the Special Theory of Relativity
Second Edition


Concebivelmente, a teoria de Einstein sobre a Relatividade Especial (SR) foi a obra de física teórica mais criticada do século XX. A própria teoria envolve algumas suposições contra-intuitivas que levam a resultados e paradoxos absurdos e bastante irrealistas, dando à teoria um tipo de aspecto ficcional e surrealista! Este livro estabelece um estudo analítico da formulação SR. Ele revela, através de vários argumentos matemáticos, que as premissas SR são inconsistentes, resultando em transformações do espaço e do tempo incorporando contradições matemáticas. Conclui que a teoria é construída com base nas interpretações defeituosas de equações de transformação teóricas, enganosas e plausíveis. Essas descobertas oferecem um bom serviço à física moderna, pedindo uma missão para colocar seu progresso à deriva de volta no caminho certo novamente! Esta segunda edição atualizada traz reforços pragmáticos aos achados já estabelecidos, falsificando a formulação e as previsões da Relatividade Especial. Foram apresentadas evidências adicionais no estabelecimento do objetivo do livro, enquanto o ajuste fino foi realizado para todo o seu interior.


Conceivably, Einstein’s theory of the Special Relativity (SR) has been the most criticized theoretical physics work of the 20th century. The theory itself involves some counterintuitive assumptions leading to absurd, rather unrealistic outcomes and paradoxes, giving the theory a kind of a fictitious, surrealistic aspect! This book sets forth an analytical study of the SR formulation. It reveals through various mathematical arguments that the SR assumptions are inconsistent, resulting in space and time transformations embedding mathematical contradictions. It concludes that the theory is built upon the faulty interpretations of theoretical, deceptively plausible transformation equations. Such findings offer good service to modern physics by urging a quest to put its drifting progress back in the right track again! This updated 2nd edition brings about pragmatic reinforcements to the already established findings falsifying the Special Relativity formulation and predictions. Additional evidences have been provided in establishing the book’s objective, while fine tuning has been carried out for its whole interior.

http://librarybooks.co/single.php?url=mathematical_conflicts_in_the_special_theory_of_relativity_second_edition_pdf.pdf

_________________
Gráviton, onde tu estás que não te encontro Razz ?
avatar
Jonas Paulo Negreiros
Físico Profissional
Físico Profissional

Mensagens : 1758
Idade : 63
Localização : Jundiaí, São Paulo - Brasil

http://sbtvd.anadigi.zip.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A quem interessa a relatividade?

Mensagem por Jonas Paulo Negreiros em 19th Junho 2017, 09:59

Relatividade do Tempo, um falso paradoxo?

Dois foguetes partem para a lua ao mesmo tempo (algo impossível de ser atestado pela relatividade).

Um foguete parte da América e outro parte da Europa.

Quem assiste o evento através de dois monitores de TV, dirá que o foguete do outro lado do continente (não importa do lado que o observador esteja) parte atrasado.

Quem está na base lunar afirma que os dois foguetes partem no mesmo tempo.

Quem está com a razão?

_________________
Gráviton, onde tu estás que não te encontro Razz ?
avatar
Jonas Paulo Negreiros
Físico Profissional
Físico Profissional

Mensagens : 1758
Idade : 63
Localização : Jundiaí, São Paulo - Brasil

http://sbtvd.anadigi.zip.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum