Física2100
Olá visitante!

Por favor, faça login ou crie uma conta se ainda não estiver registado.

A força nuclear fraca e a pressão de degeneração eletrônica são iguais em alguns casos?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A força nuclear fraca e a pressão de degeneração eletrônica são iguais em alguns casos?

Mensagem por Jura80 em 19th Junho 2015, 16:35

Pessoal, estou achando que a força nuclear fraca (FNF) e a pressão de degeneração eletrônica (PDE) estão ligadas, ou talvez sejam iguais em alguns casos.
A FNF corresponde ao decaimento beta, onde um próton se transforma em um nêutron, ou vice versa, além do envolvimento de outras partículas (p.e. pósitron, elétron e neutrinos).
A PDE vem do princípio da exclusão de Pauli. No caso do núcleo de uma Supergigante Vermelha que se transforma em uma Estrela de Nêutrons, temos que a PDE é vencida pela pressão gravitacional exercida pelas camadas externas da estrela, havendo um decaimento beta, onde o elétron cai no próton resultando em um nêutron e um neutrino do elétron. Neste caso, podemos dizer que a intensidade da FNF = PDE, certo?
Procurei na literatura, mas não achei a resposta.
Abs.

Jura80
Iniciante
Iniciante

Mensagens : 2

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A força nuclear fraca e a pressão de degeneração eletrônica são iguais em alguns casos?

Mensagem por Jura80 em 19th Junho 2015, 22:42

Não me refiro durante a vida da estrela, e sim no momento que antecede o colapso. Agora percebi que não fui claro na minha abordagem. Na gigante vermelha temos um núcleo de ferro no momento que antecede o colapso, onde praticamente não temos mais fusões nucleres. Neste momento não temos mais uma disputa entre pressão gravitacional vs fusões nucleares, e sim: PDE vs pressão gravitacinal (PG). A repulsão eletrostática neste caso é mt fraca, quase não influencia. Pensei em outro exemplo, temos uma Anã Branca acrescendo (engolindo) matéria. Não temos fusões nucleares, e o equilíbrio é basicamente dado por PDE vs PG. Porém, depois de acrescer mt matéria a PG vence a PDE, ocorrendo o decaimento beta inverso (que é a FNFraca), onde o elétron é absorvido pelo próton, formando assim uma estrela de nêutrons (NS). Sei que a PDE e a FNFraca são diferentes, mas neste caso temos que elas são praticamente iguais em intensidade.
Outro exemplo, sabemos que a força nuclear forte (FNForte) é atrativa e repulsiva quando os nucleons (prótons e nêutrons) distam de mais e menos de ~1 fm, respectivamente. Também sabemos que existe a pressão de degeneração entre os nucleons (PDN) [nucleons são os prótons e nêutrons], análogo a PDE, onde na PDE elétrons idênticos não podem ocupar o mesmo estado de excitação, e na PDN nucleons idênticos tb não podem ocupar o mesmo estado de excitação. Dessa maneira, numa estrela de nêutrons, acredito que o seu equilíbrio basicamente é dado pela PG vs FNForte + PDN. Portanto, se essa estrela de nêutrons acrescer mt matéria, temos que a PG vencerá tanto a FNForte quanto a PDN, colapsando assim para um Buraco Negro. Mas aqui não vejo nenhuma ligação entre a FNForte e a PDN, elas são companheiras na luta contra a PG. Já no primeiro exemplo, vejo que a intensidade da FNFraca e da PDE são quase iguais.
Na realidade, eu queria tentar ver uma relação física entre a PDE e a FNFraca, pq as pressões de degeneração (PDE e PDN) parecem ser forças fundamentais da natureza, mas não são consideradas.

Jura80
Iniciante
Iniciante

Mensagens : 2

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum