Física2100
Olá visitante!

Por favor, faça login ou crie uma conta se ainda não estiver registado.

Princípio de Equivalência - Grave Conflito Lógico

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Princípio de Equivalência - Grave Conflito Lógico

Mensagem por Jonas Paulo Negreiros em 21st Outubro 2016, 21:51

O "insight" (visão inesperada) surgiu em outra discussão.

Reproduzimos o texto abaixo. Esperamos pela resposta de Gauss...

Gauss escreveu:Ainda acrescento que isto é a origem intuitiva que quanto maior a velocidade, mais difícil é acelerar, levando a um limite inevitável. Devido à experiência que provou que 'c' era igual em todos os referenciais, Einstein provou que este limite assimptótico era igual à velocidade da luz.

Acredito que o limite inevitável de velocidade será o "último epiciclo" a ser demolido pela física.



A imposição de um limite de velocidade só nos legou uma montanha de paradoxos...
Aplique-se o principio de relatividade a um viajante de uma nave que aumenta a velocidade regida pela aceleração da Terra.
Quando a nave atingir esse "epiciclo", ou seja: limite de velocidade, o viajante deixará de sentir a aceleração "terrestre"?

_________________
Gráviton, onde tu estás que não te encontro Razz ?
avatar
Jonas Paulo Negreiros
Físico Profissional
Físico Profissional

Mensagens : 1746
Idade : 63
Localização : Jundiaí, São Paulo - Brasil

http://sbtvd.anadigi.zip.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Princípio de Equivalência - Grave Conflito Lógico

Mensagem por NaoSabeNada em 22nd Outubro 2016, 05:47

Senhor Negreiros,
Confesso que não entendi as palavras do Gauss mas ao que depreendo do seu tópico você pom em causa a luz como velocidade limite.
c ser o limite de velocidade advem do facto de a luz se mover à mesma velocidade independentemente do referencial. Este facto, a luz viajar sempre à mesma velocidade é devio as equações de Maxwell nas quais é possivel deduzir uma velocidade para os campos magneticos e eletricos (luz). Muitas experiências foram realizadas nesse sentido e todas elas concordaram com esta facto mas destaco esta feita por Michelson e Morley.
Pergunto, voce discorda que a velocidade da luz é constante?

NaoSabeNada
Iniciante
Iniciante

Mensagens : 40

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Princípio de Equivalência - Grave Conflito Lógico

Mensagem por Jonas Paulo Negreiros em 22nd Outubro 2016, 12:22

NaoSabeNada escreveu:Senhor Negreiros,
Confesso que não entendi as palavras do Gauss mas ao que depreendo do seu tópico você pom em causa a luz como velocidade limite.
c ser o limite de velocidade advem do facto de a luz se mover à mesma velocidade independentemente do referencial. Este facto, a luz viajar sempre à mesma velocidade é devio as equações de Maxwell nas quais é possivel deduzir uma velocidade para os campos magneticos e eletricos (luz). Muitas experiências foram realizadas nesse sentido e todas elas concordaram com esta facto  mas destaco esta feita por Michelson e Morley.
Pergunto, voce discorda que a velocidade da luz é constante?

Em primeiro lugar, discordo por que não faz sentido. Por outros motivos, também.

Durante o episódio dos neutrinos apressadinhos do CERN, físicos fizeram apostas.
Isso significa que mesmo dentro desse laboratório há cientistas que não acreditam no limite imposto por Maxwell, Einstein e Cia. Bela.

Acredite se quiser, existem dogmas na ciência:

http://fisica2100.forumeiros.com/t1436-os-dez-dogmas-da-ciencia



Em terceiro lugar, espero por uma boa resposta sobre o limite do principio de equivalência do "Bom Velhinho"

_________________
Gráviton, onde tu estás que não te encontro Razz ?
avatar
Jonas Paulo Negreiros
Físico Profissional
Físico Profissional

Mensagens : 1746
Idade : 63
Localização : Jundiaí, São Paulo - Brasil

http://sbtvd.anadigi.zip.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Princípio de Equivalência - Grave Conflito Lógico

Mensagem por Bosco em 22nd Outubro 2016, 16:06

Jonas, quando um corpo cai, atraído por um campo gravitacional e a partir do infinito, a velocidade em cada ponto da trajetória de queda-livre é igual à velocidade de escape destes mesmos pontos.
No caso da Terra esta velocidade é 40.320 km/h, ou seja muito longe ainda da velocidade c.
Mesmo que se atire uma partícula ou objeto em direção à Terra, com uma velocidade inicial próxima de c, mesmo assim esta velocidade aumenta mas não alcança a velocidade c.
Se uma partícula material cair do infinito em direção ao centro de qualquer buraco negro, ela atingirá o seu horizonte de eventos à velocidade c. Portanto uma partícula teria que ser ejetada deste horizonte de eventos à velocidade c, para conseguir escapar dele. Entretanto deve ser considerado que partículas materiais ,se aproximam porém nunca não atingem a velocidade c.
Perceba sobretudo que o horizonte de eventos de um buraco negro é um limite assintótico para a matéria, e isto me faz crer que a matéria se aproxima mas nunca alcança o buraco negro. Não como matéria.
A fórmula de velocidade de escape é v²=2GM/r, sendo G a constante gravitacional e M a massa do corpo do qual se está escapando.

_________________
É mais fácil construir um universo associando efeitos, do que reunindo "substâncias".

Bosco
Membro Ativo
Membro Ativo

Mensagens : 466

Voltar ao Topo Ir em baixo

PRINCÍPIO DE EQUIVALÊNCIA - GRAVE CONFLITO LÓGICO

Mensagem por José Augusto em 22nd Outubro 2016, 20:48

Jonas gostaria de inserir alguns comentário nesta discussão ...


Um observador movendo-se no sentido de propagação da luz deveria observar uma velocidade de propagação menor, porem, qualitativamente o encurtamento do instrumento de medida de distancia e dilatação do tempo aumentam a velocidade medida. Um observador movendo-se em sentido contrário ao da propagação da luz deveria observar um aumento na velocidade desta e os efeitos encurtamento de distancia e dilatação do tempo fariam a velocidade ser ainda maior?
Creio que os experimentos provaram que a velocidade c é constante em um percurso de ida e volta onde efeitos relacionado a um sentido de propagação cancelam efeitos opostos relativos à propagação no outro sentido.

José Augusto
Iniciante
Iniciante

Mensagens : 44
Idade : 64
Localização : Belo Horizonte - MG

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Princípio de Equivalência - Grave Conflito Lógico

Mensagem por NGC346 em 22nd Outubro 2016, 22:33

Jonas escreveu: Em primeiro lugar, discordo por que não faz sentido. Por outros motivos, também.

Com base em que fato(s) você discorda de que a velocidade da luz não é constante no espaço?

Jonas escreveu: Durante o episódio dos neutrinos apressadinhos do CERN, físicos fizeram apostas.
Isso significa que mesmo dentro desse laboratório há cientistas que não acreditam no limite imposto por Maxwell, Einstein e Cia

Acho que você está confundindo duas coisas diferentes. Primeiro, você discordou que a velocidade da luz é constante. Depois, você argumentou que alguns cientistas acharam que o limite imposto por Maxwell poderia estar errado. São duas coisas diferentes e que eu acho que você está considerando ser as mesmas. A velocidade ser constante é uma coisa, a velocidade ser absoluta é outra. Acho que você não pode usar o argumento de que talvez a velocidade da luz não seja absoluta para discordar de que ela seja constante.

NGC346
Membro Regular
Membro Regular

Mensagens : 86

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Princípio de Equivalência - Grave Conflito Lógico

Mensagem por Jonas Paulo Negreiros em 22nd Outubro 2016, 22:57

Resumindo:

A velocidade da luz pode não ser constante; varia com o passar dos anos. Sheldrake demonstra isso em sua palestra no TED.

http://fisica2100.forumeiros.com/t1436-os-dez-dogmas-da-ciencia

A velocidade da luz não é o limite máximo de velocidade de um corpo; os neutrinos do experimento Suiça-Gran Sasso podem ter ultrapassado a velocidade da luz. Esse foi o motivo das apostas entre os cientistas.

A pergunta apresentada no início dessa postagens não foi respondida. Passado um ano de viagem, pelo princípio de equivalência, o astronauta estará ou não acima da velocidade da luz?

_________________
Gráviton, onde tu estás que não te encontro Razz ?
avatar
Jonas Paulo Negreiros
Físico Profissional
Físico Profissional

Mensagens : 1746
Idade : 63
Localização : Jundiaí, São Paulo - Brasil

http://sbtvd.anadigi.zip.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Princípio de Equivalência - Grave Conflito Lógico

Mensagem por NGC346 em 22nd Outubro 2016, 23:33

Bosco escreveu: No caso da Terra esta velocidade é 40.320 km/h, ou seja muito longe ainda da velocidade c. A fórmula de velocidade de escape é v²=2GM/r, sendo G a constante gravitacional e M a massa do corpo do qual se está escapando.

Acho incorreto aplicar esta fórmula para objetos que está a escapar da Terra, pois, a densidade da atmosfera e do objeto a escapar são variáveis que alteraram a velocidade de escape e não estão incluídas na fórmula.

Bosco escreveu: Mesmo que se atire uma partícula ou objeto em direção à Terra, com uma velocidade inicial próxima de c, mesmo assim esta velocidade aumenta mas não alcança a velocidade c.

Por que você acha que uma partícula lançada no espaço a 99,99999% da velocidade da luz e em direção a Terra não alcançaria a velocidade da luz?

Bosco escreveu: Se uma partícula material cair do infinito em direção ao centro de qualquer buraco negro, ela atingirá o seu horizonte de eventos à velocidade c. Portanto uma partícula teria que ser ejetada deste horizonte de eventos à velocidade c, para conseguir escapar dele. Entretanto deve ser considerado que partículas materiais ,se aproximam porém nunca não atingem a velocidade c.

Acho que o seu argumento ficou confuso. Primeiro, você considera que a partícula poderia alcançar a velocidade da luz, depois, considera que as partículas nunca alcançam a velocidade da luz. Você acha que as partículas alcançam ou não a velocidade da luz?

NGC346
Membro Regular
Membro Regular

Mensagens : 86

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Princípio de Equivalência - Grave Conflito Lógico

Mensagem por Bosco em 26th Outubro 2016, 02:30

NGC346 escreveu:Acho incorreto aplicar esta fórmula para objetos que está a escapar da Terra, pois, a densidade da atmosfera e do objeto a escapar são variáveis que alteraram a velocidade de escape e não estão incluídas na fórmula.
Concordo, mas é usual tratar-se da velocidade de escape sem considerar a atmosfera. É na verdade uma velocidade ideal.

NGC346 escreveu:Por que você acha que uma partícula lançada no espaço a 99,99999% da velocidade da luz e em direção a Terra não alcançaria a velocidade da luz?
Primeiramente, esta imposição não é minha, mas da TRR.
Qualquer objeto ou partícula que se encontre próximo à velocidade c, com relação a um referencial considerado em repouso, mesmo acelerado, jamais alcançará a velocidade c. Para se convencer basta considerar que nesta velocidade o tempo está praticamente congelado, e os comprimentos estão totalmente contraídos, este efeito faz surgir o aspecto assintótico que impede velocidades superluminais. Imagine que enquanto no referencial da partícula passa um instante, no referencial em repouso já pode ter passado uma eternidade.
NGC346 escreveu:Acho que o seu argumento ficou confuso. Primeiro, você considera que a partícula poderia alcançar a velocidade da luz, depois, considera que as partículas nunca alcançam a velocidade da luz. Você acha que as partículas alcançam ou não a velocidade da luz?
Na verdade partícula material nunca atinge velocidade c. A minha afirmação foi apenas para simplificar a explicação e não ser preciso especificar que a partícula apenas se aproxima de c, mas não alcança.
Eu aceito com muita naturalidade este impedimento. Acho que ele é muito parecido com a impossibilidade de se alcançar o zero absoluto, ou se conseguir um resistor de zero Ohmn, através de associação de resistores em paralelo. Nos três casos as tentativas permitem se aproximar do limite, mas o aspecto assintótico implícito, impede decisivamente que se obtenha êxito.
Eu reconheço que a impossibilidade de velocidades superluminais é muito frustrante, e por isto muito questionada, porque impede o homem de realizar viagens interestelares. É isso... Estamos presos e isolados na Terra que felizmente ainda é um paraíso.

_________________
É mais fácil construir um universo associando efeitos, do que reunindo "substâncias".

Bosco
Membro Ativo
Membro Ativo

Mensagens : 466

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Princípio de Equivalência - Grave Conflito Lógico

Mensagem por Jonas Paulo Negreiros em 26th Outubro 2016, 02:52

Eu reconheço que a impossibilidade de velocidades superluminais é muito frustrante, e por isto muito questionada, porque impede o homem de realizar viagens interestelares. É isso... Estamos presos e isolados no paraíso.

O legado da Relatividade foi transformar a física numa polêmica sem fim.

Não entendo por que continuam a gastar tanto dinheiro para provar que "Einstein está certo".
Se o "Bom Velhinho" está certo, vamos gastar essa grana com outras coisas.

"Ezequiel viu a roda..."

Quem sabe um dia, um viajante de uma nave extra-terrestre chegará ao nosso planetinha e nos libertará dessa maldição, ultimo epiciclo a ser demolido pela ciência.

Para saber mais, clica:

https://www.vagalume.com.br/raul-seixas/s-o-s.html

_________________
Gráviton, onde tu estás que não te encontro Razz ?
avatar
Jonas Paulo Negreiros
Físico Profissional
Físico Profissional

Mensagens : 1746
Idade : 63
Localização : Jundiaí, São Paulo - Brasil

http://sbtvd.anadigi.zip.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum