Física2100
Olá visitante!

Por favor, faça login ou crie uma conta se ainda não estiver registado.

Onda Gravitacional é Impacto de Ariete

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Onda Gravitacional é Impacto de Ariete

Mensagem por Jonas Paulo Negreiros em 23rd Agosto 2017, 06:21

Ligo Sound:



Water Hammer



À le m****, onde gravitationnelle

_________________
Gráviton, onde tu estás que não te encontro Razz ?
avatar
Jonas Paulo Negreiros
Físico Profissional
Físico Profissional

Mensagens : 1887
Idade : 64
Localização : Jundiaí, São Paulo - Brasil

http://sbtvd.anadigi.zip.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Onda Gravitacional é Impacto de Ariete

Mensagem por Bosco em 24th Agosto 2017, 03:18

Não concordo com a comparação.

A onda gravitacional é análoga ao estampido de uma explosão. É uma onda que chega aos nossos ouvidos, ou é percebida por sensores adequados, e assim que passa este efeito tudo se normaliza novamente.

_________________
A Física é um templo erguido graças ao ceticismo do método científico, que sistematicamente rejeita e contraria a fé

Bosco
Membro Ativo
Membro Ativo

Mensagens : 496

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Onda Gravitacional é Impacto de Ariete

Mensagem por Bosco em 24th Agosto 2017, 03:28

Não concordo com a comparação.

A onda gravitacional é análoga ao estampido de uma explosão. Podendo ser uma onda detectada por nossos ouvidos, ou percebida por sensores adequados, e assim que passa adiante este efeito, tudo se normaliza novamente.

_________________
A Física é um templo erguido graças ao ceticismo do método científico, que sistematicamente rejeita e contraria a fé

Bosco
Membro Ativo
Membro Ativo

Mensagens : 496

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Onda Gravitacional é Impacto de Ariete

Mensagem por Jonas Paulo Negreiros em 24th Agosto 2017, 08:34

Obrigado pela participação Bosco.

Turbilhões por descargas hidráulicas repetem-se aos milhões todos os dias.



O padrão de irradiação de vibrações hidráulicas é ortogonal. Basta analisar a estrutura de tubulação dos edifícios e ruas.

O observatório LIGO é sensível a ondas acústicas. E é o software que filtra ondas induzidas falsas.

O padrão de uma onda gravitacional, resultante da fusão de dois buracos negros é muito parecido com o vórtice de um vaso sanitário.



A coisa não para por ai:

Vórtices no Mar:

http://jornalggn.com.br/noticia/redemoinhos-em-oceanos-sao-similares-a-buracos-negros-no-espaco

Vórtices em Estações Hidrelétricas:

https://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/92837/Poster_31891.pdf?sequence=2

_________________
Gráviton, onde tu estás que não te encontro Razz ?
avatar
Jonas Paulo Negreiros
Físico Profissional
Físico Profissional

Mensagens : 1887
Idade : 64
Localização : Jundiaí, São Paulo - Brasil

http://sbtvd.anadigi.zip.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Onda Gravitacional é Impacto de Ariete

Mensagem por Jonas Paulo Negreiros em 25th Agosto 2017, 09:12

Mais...


_________________
Gráviton, onde tu estás que não te encontro Razz ?
avatar
Jonas Paulo Negreiros
Físico Profissional
Físico Profissional

Mensagens : 1887
Idade : 64
Localização : Jundiaí, São Paulo - Brasil

http://sbtvd.anadigi.zip.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Onda Gravitacional é Impacto de Ariete

Mensagem por Jonas Paulo Negreiros em 25th Agosto 2017, 09:53

Ah, por que as ondas são simétricas?
Procurem saber sobre análise ondulatória sub ou super-heterodina.

_________________
Gráviton, onde tu estás que não te encontro Razz ?
avatar
Jonas Paulo Negreiros
Físico Profissional
Físico Profissional

Mensagens : 1887
Idade : 64
Localização : Jundiaí, São Paulo - Brasil

http://sbtvd.anadigi.zip.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Onda Gravitacional é Impacto de Ariete

Mensagem por Dalua em 26th Agosto 2017, 15:06

Não duvido da existência das ondas gravitacionais. Duvido da possibilidade de equipamentos em terra dirimirem as infinitas vibrações fisicas das possíveis ondas gravitacionais. Apenas um observatório de ondas gravitacionais no vácuo poderia realizar tal façanha de forma satisfatória.

Dalua
Membro Regular
Membro Regular

Mensagens : 53

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Onda Gravitacional é Impacto de Ariete

Mensagem por Jonas Paulo Negreiros em 3rd Setembro 2017, 07:37

Não duvido da existência das ondas gravitacionais. Duvido da possibilidade de equipamentos em terra dirimirem as infinitas vibrações fisicas das possíveis ondas gravitacionais. Apenas um observatório de ondas gravitacionais no vácuo poderia realizar tal façanha de forma satisfatória.

Grato, Dalua!



Pode ter certeza que o Lobby Relativista vai adorar a sua idéia!

Aliás, já tentaram medir ondas gravitacionais desde a lua...
com um gravímetro de molas, ora bolas  Razz !

Voltando ao assunto LIGO...



A água é uma substância diamagnética.

Logo...



Adeus, sinal de onda gravitacional!




Por ora é só, pessoal!

_________________
Gráviton, onde tu estás que não te encontro Razz ?
avatar
Jonas Paulo Negreiros
Físico Profissional
Físico Profissional

Mensagens : 1887
Idade : 64
Localização : Jundiaí, São Paulo - Brasil

http://sbtvd.anadigi.zip.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Onda Gravitacional é Impacto de Ariete

Mensagem por Dalua em 3rd Outubro 2017, 16:10

https://www.msn.com/pt-br/noticias/mundo/nobel-da-f%C3%ADsica-vai-para-ondas-gravitacionais/ar-AAsQp2J?li=AAggV10

Dalua
Membro Regular
Membro Regular

Mensagens : 53

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Onda Gravitacional é Impacto de Ariete

Mensagem por Jonas Paulo Negreiros em 3rd Outubro 2017, 16:49

...

_________________
Gráviton, onde tu estás que não te encontro Razz ?
avatar
Jonas Paulo Negreiros
Físico Profissional
Físico Profissional

Mensagens : 1887
Idade : 64
Localização : Jundiaí, São Paulo - Brasil

http://sbtvd.anadigi.zip.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Onda Gravitacional é Impacto de Ariete

Mensagem por Jonas Paulo Negreiros em 3rd Outubro 2017, 16:51

...


Última edição por Jonas Paulo Negreiros em 3rd Outubro 2017, 16:53, editado 1 vez(es)

_________________
Gráviton, onde tu estás que não te encontro Razz ?
avatar
Jonas Paulo Negreiros
Físico Profissional
Físico Profissional

Mensagens : 1887
Idade : 64
Localização : Jundiaí, São Paulo - Brasil

http://sbtvd.anadigi.zip.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Onda Gravitacional é Impacto de Ariete

Mensagem por Jonas Paulo Negreiros em 3rd Outubro 2017, 16:52

Dalua escreveu:https://www.msn.com/pt-br/noticias/mundo/nobel-da-f%C3%ADsica-vai-para-ondas-gravitacionais/ar-AAsQp2J?li=AAggV10

Nobel da Física vai para ondas gravitacionais


Amplitude de oscilação do espelho do interferômetro do LIGO : 1/2 diâmetro de um proton...

Nova medição mostra próton cada vez menor e desafia física

http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=medicao-proton-cada-vez-menor-desafia-fisica#.WdOzcPlSw_4


No   No   No   No   No    No   No



Vida Longa e Próspera para os Terraplanistas  lol! !

_________________
Gráviton, onde tu estás que não te encontro Razz ?
avatar
Jonas Paulo Negreiros
Físico Profissional
Físico Profissional

Mensagens : 1887
Idade : 64
Localização : Jundiaí, São Paulo - Brasil

http://sbtvd.anadigi.zip.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Onda Gravitacional é Impacto de Ariete

Mensagem por Jonas Paulo Negreiros em 4th Outubro 2017, 08:51


Indústria Antiga e Próspera.

_________________
Gráviton, onde tu estás que não te encontro Razz ?
avatar
Jonas Paulo Negreiros
Físico Profissional
Físico Profissional

Mensagens : 1887
Idade : 64
Localização : Jundiaí, São Paulo - Brasil

http://sbtvd.anadigi.zip.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Onda Gravitacional é Impacto de Ariete

Mensagem por Dalua em 7th Outubro 2017, 13:13

Existem muitos interesses econômicos envolvidos, os quais vem a comprometer a credibilidade da física. Não que as ondas gravitacionais não existam mas no meio desse emaranho de vibrações fica realmente difícil confiar nessas detecções.

Dalua
Membro Regular
Membro Regular

Mensagens : 53

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Onda Gravitacional é Impacto de Ariete

Mensagem por Jonas Paulo Negreiros em 12th Novembro 2018, 04:43

Ondas gravitacionais foram uma ilusão?


Os interferômetros do LIGO medem qualquer coisa que possa "esticar" um dos braços do laboratório por uma extensão equivalente ao diâmetro de um próton - mas a análise dos dados está sob suspeita. [Imagem: LIGO]

As notícias de que finalmente detectamos as ondas gravitacionais - ondulações no espaço-tempo previstas por Einstein - reverberaram em todo o mundo em 2015, o que valeu um extraordinariamente rápido Prêmio Nobel de Física em 2017, tamanha era a expectativa por esse feito.

Agora parece que tudo pode não ter passado de uma ilusão.

Uma investigação da revista britânica New Scientist, que caiu como uma bomba na comunidade científica, apontou dúvidas sérias e erros graves na interpretação dos dados feita pelo grande consórcio de cientistas da Colaboração LIGO, os compridos laboratórios onde foi feita a detecção das ondas gravitacionais - depois da detecção inicial de 2015, pelo menos outros três eventos já foram anunciados.

As alegações de falhas na análise dos dados foram divulgadas pela primeira vez por um grupo de pesquisadores dinamarqueses em 2016. Depois de não receber resposta da colaboração LIGO para suas dúvidas, Hao Liu e Andrew Jackson, do Instituto Niels Bohr, em Copenhague, publicaram suas dúvidas em um periódico revisado por pares, o que significa que outros cientistas, os chamados revisores, acharam que a coisa é séria e precisa ser elucidada.

Foi aí que a equipe da revista New Scientist decidiu investigar. E o resultado foi a revelação de uma série de irregularidades nas conclusões da equipe LIGO e no artigo que descreve a descoberta, incluindo uma série de dados desenhada "a olho", mas que aparece no artigo científico como sendo baseada em dados reais.

"Acreditamos que o LIGO não conseguiu apresentar argumentos convincentes para a detecção de qualquer evento de onda gravitacional," disse Jackson, acrescentando que não houve descoberta: "Tudo foi uma ilusão".

Dados e ruído

Embora os pesquisadores dinamarqueses não trabalhem diretamente com ondas gravitacionais, eles têm experiência em análises de sinais, checando e tirando conclusões a partir de grandes conjuntos de dados, como aqueles envolvendo a radiação cósmica de fundo de micro-ondas.

Inserção fotográfica #1



Para quem não sabe, a Dinamarca é a sede da B&K - Ninguém entende mais de análises acústicas do que eles.

E análises de sinais são o principal instrumento analítico do LIGO para extrair um sinal de onda gravitacional dos dados brutos dos seus detectores. Quando as ondas gravitacionais atingem a Terra, elas são extremamente fracas, fazendo com que os longos túneis dos detectores sofram uma alteração no comprimento equivalente a cerca de um milésimo do diâmetro de um próton. Isso é muito menor do que os distúrbios causados pelos tremores sísmicos de fundo e até mesmo das vibrações térmicas naturais do hardware do detector. Por isso lidar bem com o ruído de fundo é um problema enorme na detecção de ondas gravitacionais.

Mas quando Jackson e seus colegas analisaram os dados da primeira detecção, sobrepondo os sinais dos dois detectores, emergiu uma correlação entre os gráficos. Eles verificaram e checaram novamente, mas o que descobriram é que o ruído residual nos detectores Hanford e Livingston - dois detectores do LIGO - tinham características em comum. "Chegamos a uma conclusão que foi muito perturbadora: Eles não separaram o sinal do ruído," resume Jackson.

Viatcheslav Mukhanov, da Universidade Ludwig Maximilian, na Alemanha, que é editor da revista científica ao qual a crítica de Jackson e seus colegas foi submetida para publicação, afirmou ter enviado o artigo para os mais qualificados revisores da área: "Ninguém foi capaz de apontar um erro concreto na análise dinamarquesa. Não há erros."


A onda gravitacional que justificou o Prêmio Nobel de Física somente é visível em um gráfico "limpo", do qual foram extraídos dados irrelevantes, conhecidos como "ruído", e depois que a escala é ampliada em 100 vezes. [Imagem: Pavel Naselsky et al.]


Tempestade na comunidade científica

"Uma tempestade em um copo de água?" pondera Michael Brooks, da New Scientist. Afinal, a relatividade geral é uma das teorias mais bem verificadas, o LIGO deve ser sensível o suficiente para detectar as ondas gravitacionais, e os instrumentos estão encontrando essas ondas exatamente na taxa prevista pela teoria. Então, por que se preocupar com esse "ruído"?

O problema é que físicos já cometeram erros antes, justamente por causa do ruído. E não precisa ir longe. Antes do LIGO, em 2014, a colaboração BICEP2 anunciou ter comprovado as ondas gravitacionais e a inflação cósmica, anúncio esse seguido por um vexatório desmentido no ano seguinte, depois que outros pesquisadores encontraram erros na análise dos dados - justamente no ruído.

E há outras questões que justificam a desconfiança. A New Scientist descobriu, por exemplo, que a colaboração LIGO publicou gráficos de dados que não foram derivados da análise real. O artigo sobre a primeira detecção na Physical Review Letters usou um gráfico de dados que era mais "ilustrativo do que preciso," confirmou Neil Cornish, membro do LIGO e um dos responsáveis pela análise dos dados. Ou seja, alguns dos resultados apresentados naquele artigo para fundamentar a descoberta não foram encontrados usando algoritmos de análise, mas foram feitos "a olho", a título ilustrativo, segundo Cornish, embora isto não esteja indicado na legenda do gráfico ou no texto do artigo.

Há também atalhos questionáveis nos dados liberados pelo LIGO para uso público. A colaboração fez uma aproximação na subtração do sinal do detector Livingston do sinal do detector Hanford, deixando correlações nos dados - as mesmas correlações que Jackson identificou. Agora há uma nota na página da colaboração afirmando que a forma de onda disponível publicamente "não foi ajustada para remover precisamente o sinal".

Espera ansiosa

Depois de um longo silêncio, a colaboração LIGO finalmente afirmou que irá publicar um novo artigo contendo uma "explicação detalhada de como é feita a análise do ruído em seus detectores".

A comunidade física mundial aguarda com ansiedade as explicações. Enquanto isso, Jackson e seus colegas já publicaram um novo artigo propondo uma "busca cega" nos dados que poderá indicar a presença confiável de um sinal de onda gravitacional nos dados do LIGO.

Se a descoberta não for confirmada, restará tentar melhorar o LIGO ou esperar pelo Telescópio Einstein.

Grifo Nosso  tongue !

Inserção fotográfica #2



fonte:

https://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=questionada-descoberta-ondas-gravitacionais-ganhou-nobel&id=010130181106#.W-kDrdVKi1s

_________________
Gráviton, onde tu estás que não te encontro Razz ?
avatar
Jonas Paulo Negreiros
Físico Profissional
Físico Profissional

Mensagens : 1887
Idade : 64
Localização : Jundiaí, São Paulo - Brasil

http://sbtvd.anadigi.zip.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Onda Gravitacional é Impacto de Ariete

Mensagem por Xevious em 13th Novembro 2018, 13:18

Detectar ondas gravitacionais pode ser útil, em termos de compreensão do espaço.
Mas não é necessário que o experimento LIGO seja válido para assumirmos como verdade que a gravidade se propaga por ondas.
Afinal de contas, se não fossem como ondas, seria impossível a existência dos pontos LaGrange.

Xevious
Físico Amador
Físico Amador

Mensagens : 733

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Onda Gravitacional é Impacto de Ariete

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum