Física2100
Olá visitante!

Por favor, faça login ou crie uma conta se ainda não estiver registado.

Qual será o destino do Universo?

Página 3 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Qual será o destino do Universo?

45% 45% 
[ 5 ]
36% 36% 
[ 4 ]
18% 18% 
[ 2 ]
 
Total dos votos : 11

Re: Qual será o destino do Universo?

Mensagem por Carlos Costa em 5th Outubro 2011, 02:11

Votação encerrada. Smile

Agora, através do trabalho dos laureados com o Nobel da Física 2011, já sabemos qual será o destino do Universo: o Big Rip (Grande Esticamento). O destino do Universo é tornar-se frio, escuro e sem vida...

Carlos Costa
Administrador

Mensagens : 2172
Idade : 34
Localização : Porto, Portugal

http://torredebabel.blogs.sapo.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Qual será o destino do Universo?

Mensagem por Pascoal em 5th Outubro 2011, 21:28

Então tudo aquilo que existe, irá acabar!
avatar
Pascoal
Membro Ativo
Membro Ativo

Mensagens : 236
Idade : 20
Localização : Amadora

http://estrupido.tumblr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Qual será o destino do Universo?

Mensagem por Carlos Costa em 6th Outubro 2011, 21:58

Daqui a cerca de 50 biliões de anos, no auge do Big Rip, todas as partículas subatómicas irão separar-se umas das outras por anos-luz de distância. Será o fim das estrelas, planetas ou mesmo átomos.

O Universo vai ficar em equilíbrio termodinâmico: a temperatura será de 0 Kelvin em todos os lugares.

Carlos Costa
Administrador

Mensagens : 2172
Idade : 34
Localização : Porto, Portugal

http://torredebabel.blogs.sapo.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Qual será o destino do Universo?

Mensagem por Pascoal em 6th Outubro 2011, 23:12

Acho que muita gente não irá aceitar uma coisa destas, e vai querer saber o que irá acontecer depois. Possivelmente aparecerão novas teorias sobre o destino do Universo após o Big RIP, mas pelo que parece será definitivamente o fim.

Pelo menos ainda faltam 50 biliões de anos, vamos aproveitá-los ao máximo! Wink
avatar
Pascoal
Membro Ativo
Membro Ativo

Mensagens : 236
Idade : 20
Localização : Amadora

http://estrupido.tumblr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Qual será o destino do Universo?

Mensagem por Carlos Costa em 6th Outubro 2011, 23:43

Após o Big Rip não existirá mais nada, dado que aí a gravidade não terá força suficiente para voltar a aglomerar as partículas. O Universo simplesmente irá continuar a expandir-se para sempre...

Carlos Costa
Administrador

Mensagens : 2172
Idade : 34
Localização : Porto, Portugal

http://torredebabel.blogs.sapo.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Qual será o destino do Universo?

Mensagem por danilom em 29th Fevereiro 2012, 21:48

Assim como um tecido, quando esticado, acumula energia e se a força que o expande tornar-se nula, ele volta a se contrair. Isso acontece porque o tecido tem propriedades elásticas, mas pelo que tenho observado, nosso universo também possui essas mesmas propriedades. Visto que a distorção causada por um corpo com grande quantidade de massa, deixa de existir quando ele se afasta. Logo, se um tecido com propriedades elásticas está se expandindo, é deduzível que ele voltará a se contrair quando a força que o expande, acabar.

Não concordam?

danilom
Membro Regular
Membro Regular

Mensagens : 109

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Qual será o destino do Universo?

Mensagem por Pascoal em 29th Fevereiro 2012, 22:50

danilom escreveu:Assim como um tecido, quando esticado, acumula energia e se a força que o expande tornar-se nula, ele volta a se contrair. Isso acontece porque o tecido tem propriedades elásticas, mas pelo que tenho observado, nosso universo também possui essas mesmas propriedades. Visto que a distorção causada por um corpo com grande quantidade de massa, deixa de existir quando ele se afasta. Logo, se um tecido com propriedades elásticas está se expandindo, é deduzível que ele voltará a se contrair quando a força que o expande, acabar.

Não concordam?

Bem visto.
avatar
Pascoal
Membro Ativo
Membro Ativo

Mensagens : 236
Idade : 20
Localização : Amadora

http://estrupido.tumblr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Qual será o destino do Universo?

Mensagem por Xevious em 29th Fevereiro 2012, 23:58

Recentemente falaram que oq pode provocar a expansão do universo, seria uma ant-gravidade, criada pelas anti-partículas.

Se isto é verdadeiro, acredito que a força não será extinta, poderá diminuir sua ação, mas a expansão continuaria eternamente.

Xevious
Físico Amador
Físico Amador

Mensagens : 701

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Qual será o destino do Universo?

Mensagem por danilom em 1st Março 2012, 00:23

Xevious escreveu:Recentemente falaram que oq pode provocar a expansão do universo, seria uma ant-gravidade, criada pelas anti-partículas.

Se isto é verdadeiro, acredito que a força não será extinta, poderá diminuir sua ação, mas a expansão continuaria eternamente.

Pelo que entendo, uma antipartícula possui carga igual mas oposta a sua partícula. Se isso for verdade, a antigravidade deveria anular a gravidade e tudo permanecer em inércia. O que poderia explicar a expansão, seria uma quantidade maior de antigravidade que gravidade em um determinado ponto do espaço. Se assim for, apenas parte do universo está em expansão enquanto a outra parte está em franco encolhimento, já que por via de regra tem que possuir mais gravidade que antigravidade. Isso porque deve existir a mesma quantidade de gravidade quanto de antigravidade, para que o universo continue uma equação igual a zero.

Assim, se uma parte tem mais antigravidade, a outra tem mais gravidade. Se realmente existe algo oposto a gravidade, o universo não pode expandir infinitamente. Para isso acontecer, seria necessário um outro tipo de força, diferente (não anulável pela gravidade) e maior (mais forte que a gravidade).

Por isso, consigo enxergar duas coisas: ou apenas parte do universo está expandindo e a outra parte está encolhendo, ou o universo vai se expandir até alcançar uma densidade x e depois começará a se encolher. Não sei qual das duas faz mais sentido, precisaria coletar mais dados do nosso universo para formar uma opinião. Mas, sinceramente, não acho que nenhuma das duas esteja correta, sou a favor de uma terceira hipótese, que não me sinto a vontade de comentar pois não existe nenhuma evidência que possa embasá-la.

Alguém tem algo a comentar sobre o que disse?

danilom
Membro Regular
Membro Regular

Mensagens : 109

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Qual será o destino do Universo?

Mensagem por Xevious em 1st Março 2012, 11:12

danilom escreveu:sou a favor de uma terceira hipótese, que não me sinto a vontade de comentar pois não existe nenhuma evidência que possa embasá-la.
Fale sobre essa hipótese

Xevious
Físico Amador
Físico Amador

Mensagens : 701

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Qual será o destino do Universo?

Mensagem por danilom em 1st Março 2012, 15:43

Xevious escreveu:
danilom escreveu:sou a favor de uma terceira hipótese, que não me sinto a vontade de comentar pois não existe nenhuma evidência que possa embasá-la.
Fale sobre essa hipótese

Sinceramente, acho a relatividade geral uma grande "historinha bonita". É uma carga imensa de metafísica sem evidências suficientes para mantê-la. Sei que atualmente não existe nada melhor e nem eu mesmo possuo evidências empíricas contra a relatividade geral, a não ser meu próprio "instinto".
Acredito que não exista tempo, sendo ele marcado subjetivamente por frequências definidamente inconstantes em um longo período de ações.

Imagino o espaço como sendo infinito assim como os números o são. Não podemos chegar ao maior número existente, mas podemos chegar onde quisermos. Basta apenas referenciar o número que queremos usando o sistema decimal e o temos. Assim imagino o espaço. Nunca chegaremos ao seu fim, mas podemos acessar qualquer parte que quisermos, apenas precisamos referenciá-la (não me pergunte como, porque não sei).
A prova que tenho para explicar um universo infinito? A própria infinidade da contagem, os números são infinitos. Como os números estão contidos nesse universo, logicamente o universo deveria ter no mínimo, capacidade de contê-los. Como falei, não é uma evidência aceitável, apenas considerável.

O tempo não existe, apenas existem ações. Se colocar um átomo a vibrar, posso medir sua frequência e considerar que possui um ciclo aceitavelmente repetitivo, então posso usá-lo para medir o tempo, com base em suas ações, ou seja, as vibrações. Mas não são -- e duvido que algo seja -- perfeitamente cíclico. Em algum momento, um ciclo sairá diferente do outro. Talvez por imperfeições na formação do átomo ou interferências exteriores adversas.
A prova que tenho para explicar a inexistência de tempo? A própria Navalha de Occam. Um universo totalmente variável e autoajustável como o ditado pela teoria da relatividade é complexo demais.

Para sustentar um universo que regula o tempo para manter a constante C, seriam necessários sistemas complexos, sistemas que identificassem a velocidade de todas as partículas e acima disso, que tivesse -- sabe-se lá de onde -- uma constante definida com o valor máximo da velocidade da luz. Uma constante reguladora, um sistema regulador...não parece complexo demais? Em contra partida, imaginar um universo infinito, que no mínimo deveria ser, visto que contem a infinidade dos números (não me refiro a linguagem formal, mas a própria noção de número, a contagem), sem tempo, ou seja, sem nada regulando seu funcionamento, sem limites propriamente ditos, parece muito mais aceitável.

Um universo assim, está sujeito a regras bem menores as quais são mais simples e permitem a construção e desenvolvimento de universos mais complexos. Entenda universo aqui, como sendo qualquer coisa que possua regras tão simples quanto ou mais complexas.

Acho que é isso. Ainda quero me dedicar mais a teoria, o que até agora ainda não consegui. Por isso evito citá-la, visto que é mantida apenas por conceitos metafísicos e opinião.

Abraço.

danilom
Membro Regular
Membro Regular

Mensagens : 109

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Qual será o destino do Universo?

Mensagem por tig em 19th Março 2012, 11:13

A tua teoria até está bem argumentada e faz sentido. Mas até ao ponto de ser verdade está tão próxima como qualquer outra. E aliás a tua teoria não afeta nenhuma das outras na minha opinião. Porque a partir do momento que o universo está em expansão está a crescer para o infinito tal e qual uma contagem de numeração automática que está sempre a fazer uma equação em que x=x+1.

Se temos um universo visivel é porque há mais coisas para além desse limite. E como não conseguimos ver é impossivel saber o que há para além disso. Mas nada nos impede de nos aproximar-mos e vermos tal coisa.
avatar
tig
Membro Ativo
Membro Ativo

Mensagens : 325
Idade : 32

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Qual será o destino do Universo?

Mensagem por danilom em 19th Março 2012, 14:44

tig escreveu:Mas até ao ponto de ser verdade está tão próxima como qualquer outra.
Exatamente.

tig escreveu: E aliás a tua teoria não afeta nenhuma das outras na minha opinião.
Por enquanto, só tenho me preocupado em entender que a constante C, só é constante, se usarmos como referencial, o emissor. Se tomássemos como base o ponto central do universo, a luz seria MUITO mais rápida.

Eu estive desenvolvendo um experimento mental, para tentar provar que a dilatação temporal está errada. Já é sabido que conseguimos velocidades super luminais se usarmos um fóton e o refletirmos em um metal específico. Então imagine que temos dentro do trem de Einstein, dois relógios: um a laser, como ele usava em seus experimentos mentais e um com esse fóton super luminal.

Se o trem estiver em movimento, sabemos que o fóton percorrerá um caminho maior e como definido, como a velocidade da luz é constante, o tempo é quem dilata. Mas, o relógio de Einstein vai percorrer um caminho maior que o relógio com o fóton super luminal. Então, o tempo vai dilatar em relação a qual deles? Será que agora o tempo será dilatado de acordo com o relógio que o passageiro dentro do trem estiver dando atenção?

O simples fato de conseguirmos uma velocidade super luminal, já poe abaixo o experimento mental de Einstein, que por sua vez, poe abaixo a ideia de dilatação temporal. Se jogarmos na fórmula, veremos que os cálculos coincidem com a velocidade "normal" da luz que conhecemos. Se formos calcular uma dilatação temporal com esse novo relógio, os valores sairão errado. Mas NADA pode ir mais rápido que a luz, então como isso aconteceu?

Eu acredito que sim, a velocidade da luz sofre influência da velocidade de seu emissor.

Aí Einstein vem com aquele problema mental: Mas se eu estiver em uma bicicleta, na velocidade da luz e tentar olhar para um feixe de luz andando em paralelo a mim, não o enxergarei. Meu amigo, não importa a velocidade que tu esteja, no vácuo, tu não enxerga um feixe de luz, em paralelo a você, nem que a vaca tussa.

O que pensas a respeito disso, tig?

danilom
Membro Regular
Membro Regular

Mensagens : 109

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Qual será o destino do Universo?

Mensagem por tig em 20th Março 2012, 10:36

Eu sempre pensei e agora fizeste-me pensar ainda mais. Porque é que o tempo há-de parar se eu estiver à velocidade da luz? Se eu for à velocidade da luz e olhar para o lado o feixe de luz parece parado porque vai à mesma velocidade que eu mas no entanto eu estou a afastar-me das coisas ou seja se fosse daqui ao sol estaria a 8min da terra aquela velocidade. Ou seja se voltasse porque é que não encontrava a terra apenas 16min mais velha?? e porque é que eu não envelhecia nesse tempo? Afinal de cotnas eu não tinha estado 16 min em viagem?

E a velocidade da luz é constante no vacuo quando sofre efeitos gravitacionais varia. Mas é claro eu na minha ideia supus que estaria à velocidade da luz no vácuo.
avatar
tig
Membro Ativo
Membro Ativo

Mensagens : 325
Idade : 32

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Qual será o destino do Universo?

Mensagem por danilom em 21st Março 2012, 14:29

tig escreveu:Se eu for à velocidade da luz e olhar para o lado o feixe de luz parece parado porque vai à mesma velocidade que eu
Tu nunca vai enxergar o feixe de luz, não importa se tu está a 1Km/h ou 300.000m/s, porque só se enxerga um feixe de luz, se ele for de encontro aos seus olhos. Como está em paralelo, tu nunca o enxergaria. E mesmo que tu estivesse na frente desse feixe, tu não o enxergaria, porque ele não chegaria até você. Então é impossível enxergar um feixe de luz parado.

Quando dizemos que é impossível enxergar um feixe de luz parado, não devemos entender que isso faz com que não se possa chegar a essa velocidade, significa apenas que o feixe nunca chegaria aos nossos olhos, ou aos sensores. Dizer que não podemos enxergar um feixe de luz parado, é diferente de dizer que ele não existe. Agora mesmo pode ter um lazer passando em paralelo a você, que você nunca saberá que passou, mas o receptor viu você e o feixe, um do lado do outro. Mais uma vez, é tudo questão de referencial.

Consegue entender o que digo? Acho que Einstein interpretou errado. Mas quem sou eu pra falar alguma coisa, né? ^^ Antes que alguém venha me dizer que os satélites são a prova da dilatação temporal, só pensem um pouquinho em como a luz se propaga, façam os cálculos por si mesmos e constatem que não precisa de dilatação temporal pra explicar o atraso nos relógios.

Para quem não conseguir calcular, da uma olhada no projeto Deduções Lógicas. Encontrei ele enquanto estava bolando algumas explicações e só veio a corroborar o que penso.

danilom
Membro Regular
Membro Regular

Mensagens : 109

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Qual será o destino do Universo?

Mensagem por tig em 21st Março 2012, 15:36

Vendo bem as coisas tens razão em dizer que nunca veriamos um feixe de luz se ele estivesse parado pois nunca chegaria aos nossos olhos. Ou seja se a luz não batesse no meu monitor eu não o via de certeza.

Quanto ao testes dos relógios dizes que basta um fator externo sobre o átomo para fazer mudar as horas. Correto? Smile
avatar
tig
Membro Ativo
Membro Ativo

Mensagens : 325
Idade : 32

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Qual será o destino do Universo?

Mensagem por Xevious em 21st Março 2012, 15:53

tig escreveu:nunca veriamos um feixe de luz se ele estivesse parado
Aì tem uma coisa interessante

a ciência atual declara que o fóton não tem massa
então na prática ele não existiria em repouso..

Como é impossível algo existir só em movimento (pelo menos pra mim isto me parece impossível)
já pode-se concluir que é lógico que o fóton tenha massa
só que ainda não a detectamos

Xevious
Físico Amador
Físico Amador

Mensagens : 701

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Qual será o destino do Universo?

Mensagem por danilom em 22nd Março 2012, 00:27

tig escreveu:Quanto ao testes dos relógios dizes que basta um fator externo sobre o átomo para fazer mudar as horas. Correto? Smile
Algum experimento enviou um relógio para o espaço e o trouxe de volta? Smile
E mesmo que o fizessem, quando o relógio voltasse, estaria perfeitamente sincronizado com os da Terra. O problema está na verificação do tempo. Como eles verificam se os relógios estão sincronizados? Com ondas eletromagnéticas, ou seja, luz. Estão testando a invariabilidade da luz com... luz? Eles utilizam os resultados dos satélites, interpretados com a teoria da relatividade, para provar a relatividade. Parabéns aos cientistas brilhantes Smile É como a bíblia dizer que ela mesma é verdadeira... :S

E outra, o grande errado nessa história toda, não foi Einstein. Einstein apenas pegou o postulado: "A luz sempre tem a mesma velocidade no vácuo, independentemente do referencial" e tentou gerar cálculos para isso. Os cálculos foram testados, provaram-se corretos, então logo deduzimos que a luz sempre tem a mesma velocidade. Mas os fins não justificam os meios e NUNCA foi provado que a luz sempre tem a mesma velocidade. Aliás, já foi provado o contrário, como falei no post anterior, dos fótons super luminais.

O único motivo da teoria da relatividade continuar de pé, é porque seus cálculos estão corretos, mas é uma teoria escrita sobre uma falácia.
Tig, da uma procurada sobre a teoria das deduções lógicas para ver a explicação do atraso nos satélites.

Xevious escreveu:a ciência atual declara que o fóton não tem massa
então na prática ele não existiria em repouso..
Na verdade, esta afirmação só foi feita por causa da falaciosa fórmula E = MC². Se o fóton tivesse massa, ao se deslocar na velocidade da luz, ele passaria a ter massa infinita, necessitando de uma quantidade infinita de energia para movimentá-lo. E essa fórmula foi feita sobre a falaciosa proposição: "A luz sempre tem a mesma velocidade no vácuo, independentemente do referencial". Percebe o bolo de neve? Tudo porque alguém não aceitou que não seria possível enxergar um fóton parado, o que de fato, é uma verdade. Sad

O problema fica maior quando eles tentam explicar que o espaço pode se movimentar mais rápido que a luz, mas não a matéria. Começam a achar explicações absurdas, enchem a física de retalhos, mas não aceitam mudar um simples conceito, que nunca foi provado, o de que a luz sempre tem a mesma velocidade no vácuo, independentemente do referencial. Se mudassem isso, muitos problemas e explicações absurdas para fenômenos que vemos hoje, seriam sanados.

danilom
Membro Regular
Membro Regular

Mensagens : 109

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Qual será o destino do Universo?

Mensagem por tig em 22nd Março 2012, 10:36

Agora estava aqui a pensar nisso e veio-me isto à cabeça.

Mas como pode ser a massa 0??? Se a massa for 0 a Energia do fóton também é 0 e como todos sabem a luz emite energia se assim não fosse não teriamos paineis solares. Logo o fóton tem que ter massa. Ou será que me falhou algo???
avatar
tig
Membro Ativo
Membro Ativo

Mensagens : 325
Idade : 32

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Qual será o destino do Universo?

Mensagem por danilom em 22nd Março 2012, 16:18

tig escreveu:Agora estava aqui a pensar nisso e veio-me isto à cabeça.

Mas como pode ser a massa 0??? Se a massa for 0 a Energia do fóton também é 0 e como todos sabem a luz emite energia se assim não fosse não teriamos paineis solares. Logo o fóton tem que ter massa. Ou será que me falhou algo???
Como se acredita que massa é transformável em energia e que luz é energia pura, tem-se que a luz não precisa ter massa, porque é totalmente energia. Agora, quer saber a pior baboseira de todas? Acreditar que energia é algo como um espírito ou fantasma. Algo sobrenatural, intocável, sem peso, que pode "DO NADA", se transformar em massa. Como algo imaterial se transforma em material? E mais, já foram feitos testes a respeito da pressão da luz, onde focaram um feixe de luz sobre um lado da gangorra e ela mexeu. Existem velas (como navios) a base de luz, mas a explicação é: o momento dessa energia é quem cria este movimento. Ah, faça-me o favor...vão retalhar a ciência em outro planeta.

Resumindo: mais um lindo retalho que foi adicionado ao nosso falacioso conhecimento, para explicar algo que não nos damos ao luxo de dizer: não sei, ou no pior dos casos, para não dizer: me enganei.

danilom
Membro Regular
Membro Regular

Mensagens : 109

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum