Física2100
Olá visitante!

Por favor, faça login ou crie uma conta se ainda não estiver registado.

Homem dotado de uma memória total e eterna

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Homem dotado de uma memória total e eterna

Mensagem por Carlos Costa em 17th Janeiro 2011, 16:15

Ainda há poucas semanas falava a amigos sobre a possibilidade de no futuro poder vir a existir uma espécie de hipocampo artificial à venda. Falava eu de memorizar uma Wikipédia inteira em apenas alguns segundos. Eles disseram que eu era maluco. Bem, a minha profecia tornou-se realidade. Smile

Microsoft revela desenvolvimentos sobre nova tecnologia de memorização


Livro lançado esta semana.
A Microsoft tem na manga um projecto inusitado: a possibilidade de, dentro de alguns anos, podermos vir a gravar cada instante da nossa vida e rememorar cada segundo passado. Já em 1998, Gordon Bell, pioneiro e investigador da Microsoft, lançou-se numa aventura tecnológica a que deu o nome de ‘Total Recall’ (Memória total).

A proposta do informático é fazer a gravação de tudo aquilo que vive, vê e ouve, uma espécie de arquivação numérica. O arquivo inclui anuários, fotos, documentos, entre outras coisas. Bell está convicto de que estas lembranças em disco poderão, num futuro próximo, constituir uma “e-memória” infalível e eterna, com inúmeras aplicações.

Na passada quarta-feira, o projecto foi finalmente revelado em livro – numa publicação que o investigador lançou e conjunto com o seu cúmplice Jim Gemmell. A obra, que conta com o prefácio de Bill Gates, partilha a experiência e traça as linhas sobre as quais esta tecnologia irá pairar, por volta de 2020. Segundo o livro, cujo título corresponde ao nome do projecto, seremos capazes de gravar tudo: documentos em papel, ‘e-mails’, programas televisivos, radiofónicos, páginas visitadas ‘online’, deslocações (por meio de GPS), etc..

Um simples ‘pin’ poderá gravar tudo aquilo que fazemos, fotografar, filmar, etc. Bell evoca o exemplo de uma máquina fotográfica já existente e capaz: a SenseCam. O grande problema reside em “como organizar os dados?” Os investigadores referem que “memorizar dados é bom, mas localizá-los é melhor”.

Este trabalho de indexação poderá levantar questões jurídicas. Nada nos impede de gravar tudo aquilo que nos diz respeito, mas poderemos fotografar e gravar todas as pessoas que nos rodeiam sem olhar a direitos de imagem? Os autores ainda não conseguem responder sobre este problema. Contudo, antes de tudo, defendem expressamente os benefícios da ‘e-memória’.

A tecnologia aumentará a eficiência laboral, permitirá aprender mais rapidamente e melhor, voltando a determinados temas que tenham ficado menos esclarecidos. No caso da saúde, os informáticos já imaginam a possibilidade de gravar continuamente parâmetros vitais que poderão facilitar diagnósticos, por exemplo.

Fonte: http://www.cienciahoje.pt/index.php?oid=46929&op=all

Carlos Costa
Administrador

Mensagens : 2172
Idade : 34
Localização : Porto, Portugal

http://torredebabel.blogs.sapo.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum