Física2100
Olá visitante!

Por favor, faça login ou crie uma conta se ainda não estiver registado.

Planetas solitários no Universo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Planetas solitários no Universo Empty Planetas solitários no Universo

Mensagem por Carlos Costa em 20th Maio 2011, 23:47

Planetas solitários no Universo Jupiter_solitario_cielo
Planetas encontrados não orbitam qualquer estrela
Um artigo publicado na revista «Nature» dá conta de que existem muitos mais planetas sem estrelas e que vagueiam sozinhos no espaço do que se estimava.

Uma equipa internacional que juntou investigadores do Japão, da Nova Zelândia, do Reino Unido e do Chile, analisou uma pequena área do centro da Via Láctea e consegui identificar uma dezena de planetas da dimensão de Júpiter, com uma massa 300 vezes superior à da Terra, que estão afastados de estrelas. De acordo com os seus cálculos, há quase dois "Júpiteres" por estrela.

"A nossa investigação é como um censo populacional. Fizemos uma amostra de uma parte da galáxia e, com base nessa informação, estimámos o número [de planetas] da galáxia", referiu Daniel Bennett, investigador da Universidade de Notre Dame, nos Estados Unidos, e líder deste estudo.

Embora já sejam conhecidas estrelas orbitadas por vários planetas, os astrónomos verificaram no centro da Via Láctea, na direcção da constelação de sagitário, algo diferente. Os dez planetas encontrados a milhares de anos-luz de distância entre si têm uma massa e composição equivalentes a Júpiter e a Saturno, que são maioritariamente compostos por hidrogénio e oxigénio.

De acordo com os cálculos dos cientistas, as estrelas mais perto destes planetas estão, pelo menos, a dez unidades astronómicas de distância. Tendo em conta que esta unidade equilave à distância entre a Terra e o Sol, os planetas em questão distam o dobro da Júpiter ao Sol.

Na opinião dos especialistas, os "planetas formaram-se à volta das estrelas e depois, durante os estádios finais da sua formação, devem ter sido ejectados, devido à interacção com outros planetas". Esta migração de planetas não é um conceito novo, pois pensa-se que, no sistema solar, Úrano e Neptuno tenham estado em órbitas mais próximas e tenham viajado para regiões mais exteriores.

A partir da contabilização de "Júpiteres" naquela pequena área, o grupo de cientistas extrapolou o número de planetas daquele tamanho na galáxia e chegou à conclusão que existe uma média de 1,8 planetas semelhantes a Júpiter por cada estrela. "Das duas uma, ou existe uma grande população de planetas com uma massa parecida com a de Júpiter, ou então, sim, existem muito planetas solitários por aí", declarou ao New York Times Sara Seager, uma teórica que estuda planetologia, no MIT, nos Estados Unidos.

O telescópio Moa, na Nova Zelândia, foi o responsável pela visualização dos planetas, que se baseou na técnica das microlentes, que detecta quando um planeta do tamanho de Júpiter, ao passar à frente de uma estrela, potencia ligeiramente a luz dessa estrela que chega à Terra. Esta técnica não consegue detectar planetas mais pequenos, pelo que não se sabe quantos planetas do tamanho da Terra podem estar "sozinhos" no universo.

Ciência Hoje

_________________
http://cosmosazul.blogs.sapo.pt

Carlos Costa
Administrador

Mensagens : 2172
Idade : 36
Localização : Porto, Portugal

http://cosmosazul.blogs.sapo.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum